- Esportes

De Jordan a LeBron, de Magic a Kobe: SporTV transmite série de jogos históricos da NBA

Michael Jordan se livra da marcação de Bryon Russell, sobe para o arremesso e faz a cesta do título em seu último jogo com a camisa do Chicago Bulls. O calouro Magic Johnson atua de pivô no lugar de Kareem Abdul-Jabbar e brilha na partida decisiva da final de 1980. Kobe Bryant explode para 81 pontos contra o Toronto Raptors. O caráter mágico da NBA foi forjado ao longo do tempo em episódios como esses.

E eles estão de volta. Na sua tela.

A partir desta terça-feira, o SporTV exibe a série Jogos Históricos, com 10 partidas, uma por semana, de Jordan a LeBron, de Magic a Kobe, passando por alguns dos feitos mais icônicos da liga americana de basquete nas décadas de 70, 80, 90 e 2000. Os programas, com uma hora de duração, têm narração de Roby Porto e comentários de Marcelinho Machado e Rodrigo Alves.

A volta ao passado começa nesta terça-feira, dia 13, com o arremesso mais glorioso do melhor jogador de todos os tempos. Às 21h, no SporTV-2, vamos rever juntos o jogo 6 da final de 1998 entre Chicago Bulls e Utah Jazz. Na última vez em que vestiu a camisa dos Bulls, Michael Jordan fez a cesta do título em um dos lances mais memoráveis da história do basquete.

– Escolhemos 10 jogos marcantes, clássicos imperdíveis. E o engraçado é que, durante a pesquisa para as narrações, vamos descobrindo detalhes marcantes de outros jogos da mesma série de playoff, ou do confronto seguinte no jogo de volta, ou da partida anterior que foi crucial por determinado jogador ter brilhado ou até se machucado. E percebemos que existem outros inúmeros jogos imperdíveis. Dá uma vontade enorme de aumentar essa lista – afirma Roby Porto, que tinha narrado alguns desses jogos nas transmissões originais e agora voltou no tempo para repetir a dose.

Nos bastidores da série, além da edição cuidadosa e das artes produzidas especialmente para os jogos, a pesquisa histórica é um capítulo à parte, um mergulho nostálgico em outras épocas para contextualizar cada partida.

– Espero que todos possam curtir da mesma forma que nós curtimos. Reviver esses momentos tão simbólicos, a primeira final do Magic, o último título do Jordan, poder comentar e estudar esses jogos é muito legal – diz o comentarista e ex-jogador Marcelinho Machado.

Após a estreia com o título do Chicago, a série continua nas duas terças seguintes. No dia 20, às 21h, vamos reviver um feito incrível de Magic Johnson. Em sua temporada de calouro, ele joga de pivô no lugar de Kareem Abdul-Jabbar e, com uma atuação espetacular, garante o título do Los Angeles Lakers na casa do Philadelphia 76ers.

No dia 27, às 23h30, um clássico moderno: a atuação monstruosa de LeBron James no jogo 5 da final de 2007, quando fez os últimos 25 pontos da partida contra o Detroit Pistons, preparando o terreno para fechar a série no jogo seguinte e avançar à sua primeira final com o Cleveland Cavaliers.

A primeira metade da série se completa com duas performances ofensivas memoráveis: os 81 pontos de Kobe Bryant em cima do Toronto Raptors em 2006, e os 63 de Michael Jordan 20 anos antes, nos playoffs de 1986, dentro do Boston Garden.

Mas ainda tem Isaiah Thomas e Joe Dumars, John Stockton e Karl Malone, John Havlicek e Jo Jo White, Kevin Garnett e Paul Pierce, além de Larry Bird, Reggie Miller, Patrick Ewing e um desfile interminável de craques nesse túnel do tempo.

Veja a seguir quais são os 10 jogos da série:

Dia 13/8 (terça-feira), 21h, no SporTV-2
Bulls x Jazz, jogo 6 da final de 1998
O último recital de Michael Jordan com a camisa do Chicago Bulls. Na casa do Jazz de Stockton e Malone, o maior jogador de todos os tempos tem uma atuação primorosa e faz a cesta do título no famoso lance com marcação de Bryon Russell.

Dia 20/8 (terça-feira), 21h
Lakers x 76ers, jogo 6 da final de 1980
Com a lesão de Kareem Abdul-Jabbar, os Lakers colocam um calouro na posição de pivô. Mas não um calouro qualquer, um calouro chamado Magic Johnson. O jovem astro brilha intensamente no jogo decisivo e garante o título para o time de Los Angeles.

Dia 27 (terça-feira), 23h30
Cavaliers x Pistons, jogo 5 da final do Leste de 2007
Naquela que talvez seja a primeira demonstração da realeza de LeBron James, ele faz os últimos 25 pontos da partida número 5 da final de conferência entre Cavs e Pistons. Depois daquela performance matadora, o Cleveland volta para casa, fecha a série e avança para a final.

Os jogos seguintes ainda não têm ordem, data e horário definidos, mas guarde essa matéria nos seus favoritos, porque ela será atualizada conforme for fechada a grade de programação.

Lakers x Raptors, temporada regular 2006
Kobe Bryant explode com 81 pontos diante do Toronto Raptors, em uma das maiores atuações individuais da história da NBA. É a segunda maior pontuação de um atleta da liga em todos os tempos, atrás apenas do 100 pontos de Wilt Chamberlain.

Bulls x Celtics, jogo 2 do 1º round dos playoffs de 1986
O Chicago não conseguiu a vitória dentro do Boston Garden, mas Michael Jordan anotou a maior pontuação individual na história dos playoffs. Os 63 pontos da lenda diante do fortíssimo Boston de Larry Bird são lembrados até hoje como um dos grandes momentos da NBA.

Bulls x Jazz, jogo 5 da final de 1997
Para muita gente, o Jogo da Gripe é a maior atuação da carreira de Michael Jordan. Com a série empatada em 2 a 2, o camisa 23 dos Bulls estava severamente doente, com febre e intoxicação alimentar. Mesmo debilitado, anotou 38 pontos e deixou o Chicago em ótima situação para fechar a série em casa e conquistar o título.

Pacers x Knicks, jogo 5 da final do Leste de 1994
Um show de Reggie Miller no Madison Square Garden, com 39 pontos, incluindo 25 no último período e as clássicas provocações com o cineasta Spike Lee.

Celtics x Lakers, jogo 4 da final de 2008
Uma reação épica dos Celtics de Kevin Garnett, Paul Pierce e Ray Allen na decisão de 2008, depois que os Lakers abrem a partida de forma fulminante.

Celtics x Suns, jogo 5 da final de 1976
Uma batalha antológica de três prorrogações do Boston de John Havlicek e o Phoenix de Paul Westphal, naquele que é considerado por muitos o maior jogo da história das finais da NBA.

Pistons x Lakers, jogo 6 da final de 1988
Contra o poderoso Lakers de Magic Johnson e Kareem Abdul-Jabbar, o baixinho Isiah Thomas supera uma lesão e explode com 43 pontos na atuação mais marcante de sua carreira.

Acompanhe todas as transmissões da série Jogos Históricos e comente no Twitter usando a hashtag #NBAnoSporTV.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *