- Polícia

Operação prende seis suspeitos de fraudar notas fiscais de clientes e desviar 800 mil de loja

Seis pessoas foram presas em Manaus suspeitas de envolvimento em um esquema criminoso que causou um prejuízo estimado em R$ 800 mil a uma empresa de atacado e varejo de alimentos e bebidas. As prisões ocorreram durante a operação “Iscariotes”, deflagrada pela Polícia Civil. Uma funcionária e gerente da loja estão entre os presos.

Durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (12), três das seis pessoas presas foram apresentados à imprensa: um cliente, gerente e funcionária da loja.

Segundo a polícia, o esquema criminoso consistia na saída de mercadorias, acima das que constavam nos pedidos de venda, além da emissão de notas fiscais contra clientes, sem a autorização para liberação dessas mercadorias indevidamente.

O delegado Guilherme Torres, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), disse que a operação cumpriu 11 mandados entre busca e apreensão, além de prisões.

Torres afirmou que as outras três pessoas não tiveram os nomes divulgados até que a ligação no crime seja totalmente esclarecida.

“Iremos preservar o nome e a imagem em razão de que se trata de uma prisão temporária, ainda não temos convicção da participação dessas pessoas, que não serão apresentadas. Os três apresentados temos convicção de que participaram diretamente nesses desfalques”, disse.

Os presos vão responder criminalmente por furto qualificado, mediante fraude e associação criminosa.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *