- Brasil

PM que estava dentro de casa explodida por morador sofreu queimaduras no rosto e braços

O policial militar Jekison Patrike de Lima, 30 anos, sofreu queimaduras de segundo grau no rosto e nos braços durante uma explosão em uma casa em Fartura (SP). Ele está internado em hospital da cidade e será transferido para São Paulo.

Segundo a dona de casa Vilma Antunes Ferreira de Lima, 53 anos, o filho está bem, considerando a gravidade da situação. “Ele já se levanta e vai ao banheiro sozinho. Agora só peço a Deus que as coisas não se compliquem”, comenta.

Jekison é um dos seis policiais feridos durante uma explosão em uma casa no bairro Jardim da Serra II, na madrugada de terça-feira (5). Três deles foram socorridos em estado grave de saúde.

No mesmo dia, já no hospital, Vilma pode ver o filho pela primeira vez após o incidente. “O encontro foi sensacional porque, após uma explosão tão horrível, é muito triste chegar e ver um filho naquela situação”, diz a dona de casa.

De acordo com Vilma, o filho atua na Polícia Militar há 7 anos. “Desde então, ele nunca tinha sofrido um arranhão”, relembra.

O policial mora em Coronel Macedo e trabalha em Taguaí. “Naquele dia, ele foi deslocado pra dar apoio naquela ocorrência em Fartura”, ressalta Vilma.

Jekison também já trabalhou em Coronel Macedo, São Paulo e Itapeva como policial militar. Ele é casado e pai de dois filhos.

Explosão
De acordo com a Polícia Militar, o morador deixou três botijões de gás abertos dentro da residência para ameaçar a companheira, que acionou a PM. A mulher não estava na casa no momento da explosão.

Policiais que atendiam o chamado de tentativa de homicídio foram até o local e chamaram pelo morador, mas ninguém atendeu.Os PMs entraram na casa, quando houve a explosão. “Com a autorização da esposa, os policiais teriam entrado na residência e ele teria incendiado, teria havido uma explosão,” relata a delegada. O morador fugiu para o quintal e não ficou ferido. Ele foi capturado pela polícia.

Um vídeo enviado à redação da TV TEM mostra o momento em que a casa explodiu (veja o vídeo abaixo). Nas imagens, dá para ver o momento em que um policial passou na frente da casa e ocorreu a explosão. A moradora que registrou a ação se assustou e gritou.

Além dos três botijões, o homem ainda usou um galão com 20 litros de gasolina, de acordo com o boletim de ocorrência.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *