- Economia

Brasileiros poderão receber grana do PIS/Pasep em bancos privados

Cerca de 9 milhões de trabalhadores devem ser beneficiados por um acordo construída entre o Ministério do Planejamento e a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos). A alternativa vai permitir que os profissionais recebam os recursos do PIS/Pasep automaticamente em suas contas correntes de bancos privados.

Atualmente, somente correntistas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil têm o depósito feito diretamente em conta corrente no momento da liberação dos recursos.

PIS/Pasep tem R$ 17 bilhões para saque até setembro

De acordo com o Ministério do Planejamento, a medida tem potencial de injetar mais R$ 8 bilhões, beneficiando diretamente 9 milhões de profissionais.

O Planejamento destaca ainda que “apenas as contas correntes identificadas que estiverem com saldo positivo e sendo movimentadas nos últimos seis meses estarão aptas a receber o depósito automático”.

Apesar da liberação, os profissionais que trabalharam entre os anos de 1971 e 1988 devem estar atentos para os dados cadastrados no sistema do governo.

PIS/Pasep: tire dúvidas sobre o benefício e veja se você pode sacar

Quem não tiver conta corrente ou estiver com os dados desatualizados precisam comparecer a agências da Caixa ou do banco do Brasil para realizar o saque dos recursos.

Até o ano passado, a retirada dos recursos do PIS/Pasep só era permitida em casos de aposentadoria, invalidez, óbito e após os 70 anos. Neste ano, o todos os cotistas que trabalharam entre 1971 e 1988 podem fazer o saque dos valores. Segundo o governo, 15,6 milhões de pessoas têm o direito de sacar cerca de R$ 28,4 bilhões.O trabalhador pode descobrir se tem direito ao abono salarial PIS/Pasep usando o próprio celular.

Para isso, ele precisa baixar o aplicativo Caixa Trabalhador, que é compatível com Android e Iphone (IOS). O programa é gratuito.

Na semana passada, o governo federal liberou o saque do benefício com ano-base 2017.

Fonte: R7


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *