- Esportes

Com irmãs Miccuci, seleção brasileira disputa o Pan de nado artístico nos EUA

Uma das atletas mais experientes da atual seleção brasileira de nado artístico – antigo nado sincronizado -, Maria Eduarda Miccuci, a Duda, tem uma nova companheira bastante conhecida na equipe: a irmã caçula, Laura. Pela primeira vez, as duas estão juntas no time que representará o Brasil a partir desta quarta-feira, no Pan-Americano da modalidade, na cidade de Riverside, nos Estados Unidos.

– A Duda começou primeiro no nado e me influenciou bastante. Fiquei admirada com o que ela fazia e comecei também. Para mim, é uma grande alegria poder, hoje, estar ao lado da minha irmã em uma competição pela seleção brasileira – disse Laura.

Aos 18 anos, a caçula da família Miccuci ainda defende a seleção brasileira júnior, que também disputa o Pan em Riverside esta semana. Porém, algumas atletas da base já farão parte da equipe principal nas rotinas livre e técnica, em um processo de renovação da seleção brasileira para o ciclo olímpico de Tóquio 2020.

– A competição é importantíssima do ponto de vista que é um recomeço. Tivemos uma interrupção de um ano de competições deste nível, portanto será um ponto de partida para a seleção brasileira. Algumas atletas do júnior vão integrar a equipe adulta e isso é muito importante para elas pegarem o ritmo – afirmou uma das técnicas do Brasil, Roberta Perillier.

Além das provas em equipe da seleção principal, as irmãs Duda e Laura também disputarão medalhas no dueto. Porém, a mais velha na categoria sênior (ao lado de Maria Clara Lobo) e a mais nova na categoria júnior (com Anna Giulia Veloso). Destaque do Brasil nos duplas, tendo participado ao lado de Luisa Borges das Olimpíadas Rio 2016 e do Mundial de Kazan 2015, Maria Eduarda espera espera ter a oportunidade, nos próximos anos, de formar parceria com a irmã.

– Sempre tive vontade de fazer dueto juntas, mas a Laura sempre esteve em categorias diferentes. Agora que ela está chegando no sênior, temos essa possibilidade de, quem sabe, formar um dueto no futuro – disse Duda, que completou 23 anos no último mês de junho.

Dueto misto testa nova coreografia

Um dos destaques da seleção brasileira, com finais nas rotinas técnica e livre no Mundial de Budapeste em 2017 – dois sétimos lugares -, o dueto misto formado por Giovana Stephan e Renan Alcântara também está nos Estados Unidos para o Pan-Americano. Por ainda ser uma categoria oficializada há apenas três anos, somente a dupla brasileira está inscrita para a competição em Riverside. Apesar da falta de concorrentes, os brasileiros vão aproveitar a oportunidade para testarem uma coreografia nova.

– A nova coreografia é com base em Lecuona (Ernesto Lecuona, músico) e tango, então temos muito mais interação um com o outro e elementos um pouco mais difíceis também. Mesmo não tendo outros competidores, vamos saber como está a avaliação dos juízes e o que precisamos melhorar – disse Giovana.

Para Renan, o nado artístico misto vem se desenvolvendo a cada ano e, apesar de a categoria ter ficado fora do programa olímpico para os Jogos de 2020, a tendência é se consolidar.

– Desde que começamos com o dueto misto, vimos, inclusive no Brasil, um aumento significativo. Hoje, são cinco duetos no Brasil. Para nós, é gratificante ver que estamos plantando uma semente tão importante para o esporte – disse o brasileiro.

A seleção brasileira de nado artístico

Fazem parte da seleção brasileira que está nos Estados Unidos para o Pan-Americano de nado artístico: Maria Clara Lobo, Luisa Borges, Maria Eduarda Miccuci, Maria Bruno, Lorena Molinos, Giovana Stephan, Gabriela Regly e Renan Alcântara (sênior); Anna Giulia Veloso, Laura Miccuci, Jullia Catharino Soares (júnior).

Programação do Pan-Americano de nado artístico

Quarta-feira (08/08)
– Dueto / rotina livre (júnior)
– Dueto / rotina livre (sênior)

Quinta-feira (09/08)
– Solo / rotina livre (júnior)
– Solo / rotina livre (sênior)
– Dueto / rotina técnica (júnior)
– Dueto / rotina técnica (sênior)
– Dueto misto / rotina técnica (sênior)

Sexta-feira (10/08)
– Solo / rotina técnica (júnior)
– Solo / rotina técnica (sênior)
– Equipe / rotina técnica (júnior)
– Equipe / rotina técnica (sênior)

Sábado (11/08)
– Dueto misto / rotina livre (sênior)
– Equipe / rotina livre (júnior)
– Equipe / rotina livre (sênior)

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *