- Esportes

Com promessa de disputa por título mundial, Esquiva Falcão encara mexicano

Na semana em que tenta a 21ª vitória como profissional, Esquiva Falcão recebeu uma ótima notícia que o coloca perto de realizar seu grande sonho. Bob Arum, CEO da Top Rank, promotora das lutas do capixaba, garantiu que caso ganhe as próximas duas lutas, o brasileiro disputa o cinturão dos médios em 2019. O primeiro compromisso é neste sábado, contra o mexicano Johnatan Tavira, com transmissão exclusiva do Canal Combate a partir de 23:00.

– Esquiva é um dos lutadores mais populares do Brasil… Agora, em algum momento do próximo ano, ele vai disputar o título – disse Arum na coletiva de imprensa do evento.

Na primeira vez em que vai lutar dez rounds, Esquiva Falcão quer buscar um combate mais seguro contra o mexicano. O objetivo é mostrar que está preparado fisicamente para uma futura disputa pelo cinturão.

– Espero um combate bom, que dure os dez rounds. Estou muito bem preparado. Eu sempre dou o meu melhor, mas quero dar o melhor em dez rounds. Quero subir lá em cima com toda tranquilidade, que meu trabalho na academia foi 100%. E vencer. Quero lutar os dez rounds porque assim sei como vou me sentir, meu preparo físico. As pessoas vão ver meu boxe por completo – disse o brasileiro.

O adversário, Johnatan Tavira, tem 17 vitórias, sendo 13 por nocaute, e cinco derrotas. Ele vem de revés para Dario Bredicean. Apesar de ser amplamente favorito nas casas de apostas, Esquiva destaca a agressividade do mexicano.

– Vi alguns vídeos dele, mais antigos. Não gosto muito, já que muito pode mudar, mas vi alguns pontos fortes. A trocação é forte. É raçudo, gosta de vir para cima. Vai ser uma boa luta. O fã brasileiro vai curtir bastante. É um adversário que quer me surpreender, mas estou muito preparado e vou sair com a vitória – conta o capixaba.

Caso vença a luta, é bem possível que Esquiva lute novamente em outubro, na preliminar de Ryota Murata, em Las Vegas. O japonês, que venceu o brasileiro na final das Olimpíadas de Londres, é o atual campeão da categoria.

– Eu quero muito esse cinturão do mundo. Se não for contra o Murata, vai ser com outro. Estou muito preparado, cada luta que faço é um aprendizado para o cinturão. Sei que não é fácil. Espero que sábado tenha 21 lutas e 21 vitórias. Treinei muito duro e estou muito confiante.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *