- Esportes

De jovem a ‘veterano’ em quatro anos, Varane é trunfo da França na final da Copa

Moscou – Há quatro anos, Raphaël Varane disputava com o companheiro Paul Pogba e o holandês Memphis Depay o prêmio de melhor jogador jovem da Copa de 2014. Tinha 21 anos e perdeu a eleição para o compatriota. Na véspera da final contra a Croácia, neste domingo, às 12h (de Brasília), o zagueiro é praticamente um veterano pé-quente. Com 15 títulos na curta carreira profissional iniciada em 2010, no Lens, o jogador do Real Madrid só coleciona menos conquistas entre os atletas da França do que os 18 troféus do meio-campista Matuidi, de 31 anos.
Continua depois da publicidade

Autor do primeiro gol na vitória sobre o Uruguai nas quartas de final e de apenas duas faltas em seis jogos nesta Copa do Mundo, Varane acumula experiência em quase todos os tipos de final. Da pouco badalada Supercopa da Espanha à Champions League. Faltava uma decisão com a camisa da França. Poderia ter sido na Euro’2016, mas uma lesão o tirou da competição, disputada em casa. Rami herdou a vaga.

Varane pode entrar na seleta lista dos jogadores campeões da Champions League e da Copa do Mundo no mesmo ano. Porém, do outro lado terá dois companheiros que buscam façanha idêntica: os croatas Modric e Kovacic, colegas de Real, ganharam a Liga dos Campeões com ele nesta temporada, na decisão contra o Liverpool. Dez jogadores conseguiram o feito. Três deles do Real: o lateral-esquerdo brasileiro Roberto Carlos (2002) e os volantes Kerembeu (1998) e Khedira (2014).

O zagueiro de 1,91m gosta de jogos grandes. Dos três gols pela França, dois foram contra campeões mundiais — Uruguai e Brasil. Varane desequilibrou duas vezes El Clasico a favor do Real Madrid na Copa do Rei contra o Barcelona, em 2013. No jogo de ida, empatou a partida de cabeça, no Santiago Bernabéu, após assistência do alemão Özil. A dupla funcionou também no duelo de volta. O armador serviu Varane no triunfo por 3 a1, no Camp Nou, e classificou o Real para a final.

A transferência do zagueiro do Lille para o Real Madrid foi uma recomendação de um dos maiores fãs dele: o técnico e ex-jogador Zinedine Zidane. O craque indicou a compra em 2011. O clube não se arrependeu, mas tanto Real Madrid quanto a França dão tratamento especial ao zagueiro. Na infância, Varane sofreu a síndrome de Osgood-Schlatter — uma doença que provoca dores no joelho e limita a mobilidade, principalmente, após atividades físicas.

O camisa 4 da França queria ser jogador de futebol, mas chegou a migrar para o rúgbi. A ideia não durou muito tempo. “No fim, escolhi a bola. Fui hipnotizado pelos resultados da França”, disse, referindo-se ao período dourado de 1998 a 2001, quando a seleção ganhou a Copa do Mundo, a Eurocopa e a Copa das Confederações.

Um recordista Fã do campeão mundial Laurent Blanc e do espanhol Hierro, Varane evoluiu sendo Varane. Precoce, quebrou o recorde de Paolo Maldini ao se tornar o zagueiro mais jovem a conquistar três títulos da Champions League. O italiano tinha 26 anos ao ser tri no Milan. Varane, 24.

O estilo de jogo faz com que Varane seja comparado a Blanc, xerife da defesa da França na conquista inédita de 1998. Ele passou a ser respeitado no clube depois da saída de Pepe. Titular ao lado de Sergio Ramos, teve a melhor temporada artilheira em 2016/2017. Marcou quatro gols e se consolidou como titular de Zinedine Zidane.

Maioral
18
é o total de títulos de Matuidi, o jogador mais vencedor da França, com três troféus a mais do que Varane

Zagueiro tem galeria de títulos
4 Champions League: 2014, 2016, 2017 e 2018
3 Mundiais de Clubes: 2014, 2016 e 2017
3 Supercopas da Uefa: 2014, 2016 e 2017
2 Campeonatos Espanhóis: 2012 e 2017
2 Supercopas da Espanha: 2012 e 2017
1 Copa do Rei: 2013/2014

Grupo seleto
Campeões da Champions League e da Copa no mesmo ano
» Khedira (Real Madrid e Alemanha): 2014
» Roberto Carlos (Real Madrid e Brasil): 2002
» Karembeu (Real Madrid e França): 1998
» Franz Beckenbauer (Bayern e Alemanha): 1974
» Gerd Müller (Bayern e Alemanha): 1974
» Paul Breitner (Bayern e Alemanha): 1974
» Sepp Blatter (Bayern e Alemanha): 1974
» Uli Hoeness (Bayern e Alemanha): 1974
» Schwarzenbeck (Bayern e Alemanha): 1974
» Kapellmann (Bayern e Alemanha): 1974

FONTE: SUPERESPORTE


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *