- Esportes

Larghi avalia estreantes do Atlético, elogia volante e pede tempo para adaptação

Depois de muitas mudanças, um novo Atlético surgiu para o segundo semestre. Foram várias mudanças entre o time que venceu o Ceará, na última rodada antes da pausa para a Copa do Mundo, e a derrota para o Grêmio, por 2 a 0, nessa quarta-feira, em Porto Alegre. Diante do Tricolor, cinco dos seis reforços contratados para o segundo semestre fizeram a estreia pelo clube. O treinador analisou a estreia dos jogadores e fez elogios para um atleta específico.

“Temos algumas coisas positivas. Valeu a estreia deles, precisavam passar por essa experiência. O Zé Welison foi muito bem no meu modo de ver, um jogador que mostra que veio para jogar, para acrescentar ao grupo”, destacou o treinador.

Enquanto os outros reforços tiveram atuação apagada, Zé Welison conseguiu se destacar no meio-campo atleticano. O jogador acertou 36 dos 38 passes que tentou. Ele fez cinco desarmes no duelo contra o Tricolor e deu muita consistência ao sistema defensivo, mesmo com a fraca atuação coletiva do Atlético.

Larghi também pediu tempo para que os novos jogadores do Atlético se adaptem ao sistema de jogo da equipe. O treinador quer paciência para que o melhor futebol dos reforços apareça de forma natural.

“O Chará está chegando agora, é um jogador de muita qualidade, não precisa provar nada para ninguém, tem um histórico na Colômbia. David Terans está chegando com qualidade, Denílson. O Edinho, infelizmente, sentiu a lesão. São jogadores de qualidade, vamos precisar de um pouquinho de paciência. Eles estão trabalhando forte e a gente confia nisso. Com tempo e sequência de jogos as coisas vão acontecer”, completou.

Larghi, inclusive, relembrou o seu início no Atlético, quando teve que remontar a equipe com os campeonatos em andamento. O treinador acredita que o time precisará de um certo tempo para chegar ao entrosamento ideal.

“O torcedor está preocupado, assim como nós. Estamos cientes do que aconteceu. O grupo trabalhou muito na intertemporada. Não podemos pegar como referência esse jogo, foi a estreia de vários jogadores, o primeiro jogo deles pelo clube. Isso faz parte do processo de evolução. Há quatro, cinco meses, a gente também teve que remontar a equipe e dar um entrosamento com uma sequência de jogos. A gente esperava que esse processo aconteça o mais rápido possível”, concluiu.

O Atlético volta a campo neste domingo, a partir das 16h, contra o Palmeiras. O duelo no Allianz Parque vale pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: SuperEsporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *