- Esportes

Michael Chiesa processa McGregor por ataque a ônibus na semana do UFC 223

O ataque de Conor McGregor ao ônibus onde estavam atletas do UFC, na semana da edição 223, em abril, em Las Vegas (EUA) ainda rende consequências. Michael Chiesa – que foi retirado do evento na ocasião ao se ferir com os estilhaços provocados após o irlandês arremessar um carrinho no vidro – está processando “Notorious”. A informação foi publicada nesta quarta-feira pelo site “TMZ Sports”.

Chiesa, que assim como Ray Borg foi um dos mais afetados no episódio por ser forçado a abandonar a luta contra Anthony Pettis, marcada para o evento – acusa o desafeto de agressão, ameaça e imposição intencional de sofrimento emocional.

E não foi somente o ex-campeão do UFC que entrou na mira de Chiesa. “Maverick” também está processando, segundo o site americano, o Barclays Center, por negligência, por falhas na segurança do local, palco do ataque – e do evento que aconteceria no sábado, 7 de abril.

Em julho, Conor McGregor retornou a Nova York, aceitou um acordo com a Justiça americana ao assumir a culpa pelo vandalismo, mas foi liberado de todas as acusações de agressão e crime grave. O irlandês ficou obrigado apenas a restituir a empresa de ônibus pelos danos causados, a cumprir serviço comunitário e a ter aulas de autocontrole, ficando com a ficha criminal limpa no estado americano.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *