- Esportes

Neymar combinou multa decrescente com o PSG e pode ser liberado por 934 milhões

A possibilidade de Neymar retornar ao Barcelona na próxima temporada, trazida à tona pelo jornal “Mundo Deportivo” na última quarta, segue fazendo barulho na Espanha. Na manhã desta quinta, a rádio “Cadena SER” apontou que o brasileiro fez um pacto com o clube francês no momento em que se transferiu e tem uma multa de rescisão decrescente – podendo ser liberado por € 220 milhões (R$ 934,3 milhões).

O veículo afirma que Neymar fez um pacto com o presidente Nasser Al Khelaifi quando foi contratado pelos parisienses, há um ano e meio. Apesar de no futebol francês os contratos não terem multa rescisória definida, o combinado com o mandatário seria estabelecer valores que liberariam o camisa 10 de forma unilateral.

Esta multa seria decrescente com o passar dos anos. Para ser liberado em junho de 2019, quando acaba a atual temporada, Neymar teria que reembolsar o PSG em € 220 milhões, praticamente o mesmo valor pago pelos franceses para trazê-lo do Barça (€ 222 milhões ou R$ 943,3 milhões). Ao fim da temprada 2019/20, Neymar poderia ficar livre de vínclo com o PSG mediante pagamento de € 200 milhões (R$ 849,8 milhões), segundo a rádio.

A “Cadena SER” ainda aponta que Neymar teria chorado diante de um dirigente do Barcelona pedindo que o clube colocasse em prática um plano para trazê-lo de volta. Ele teria dito que se arrependeu de deixar o Camp Nou e se colocado à disposição para pressionar o clube francês.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *