- Esportes

Participação de agente em venda de Pogba ao United fez Fifa reconsiderar regras de transferências

A venda de Paul Pogba pela Juventus ao Manchester United pelo valor de 105 milhões de euros (R$ 456 milhões) provocou um desejo de mudança nas regras de transferência entre clubes, de acordo com publicação da revista “Der Spiegel” baseada em documentos do Football Leaks. Segundo o texto, o agente Mino Raiola representou as três partes na negociação, Pogba, Juventus e Manchester United, faturando cerca de 49 milhões de euros (R$ 212 milhões).

A Fifa iniciou uma investigação de conflito de interesses e recomendou que a Juventus fosse penalizada, por acreditar que o clube violou o regulamento de transferências, onde a entidade sustenta que equipes ou jogadores não podem permitir que terceiros recebam partes de futuras negociações de atletas.

A Velha Senhora teria desrespeitado a regra por permitir que Raiola recebesse uma compensação por uma transferência de Pogba. No entanto, o comitê disciplinar da entidade não aceitou o caso, alegando que as evidências apresentadas eram insuficientes para determinar a violação das regras.

De acordo com o Football Leaks, um contrato entre Juventus e Mino Raiola fixou uma quantia mínima de 90 milhões de euros (R$ 391 milhões) por Pogba, sendo que 18 milhões (R$ (R$ 78 milhões) seriam pagos ao agente pelos serviços. A cada 5 milhões de euros (R$ 21 milhões) acima do mínimo, Raiola receberia 3 milhões de euros (R$ 13 milhões) adicionais. Ainda segundo a publicação, o Manchester United não sabia que o empresário também trabalhava em nome da Juve.

Na época, a transferência de Pogba da Juventus para o Manchester United foi a transação mais cara do futebol. Hoje, o recorde pertence a Neymar, quando trocou o Barcelona pelo PSG.
A transação foi descrita como “reprovável” em documentos de correspondência interna de chefes disciplinares da Fifa, que passaram a considerar que as regras de transferências deveriam ser revistas para que penalidades pudessem ser aplicadas em casos futuros.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *