- Esportes

Thiago Braz é sexto em Londres, mas avança à etapa final da Diamond League

Campeão olímpico do salto com vara, Thiago Braz conquistou uma vaga na etapa final da Diamond League, principal circuito mundial do atletismo. Neste sábado, o brasileiro ficou na sexta colocação da etapa de Londres com um salto de 5,46m, conquistando os pontos necessários para entrar no top 12 que disputa o título da temporada em Bruxelas, no dia 31 de agosto. Na Inglaterra, a vitória ficou com o atual campeão mundial, o americano Sam Kendricks, que saltou 5,92m. Com uma camisa dos campeões mundiais de futebol, o francês Renaud Lavillenie ficou com a prata, e o sueco Armand Duplantis completou o pódio, ambos com 5,86m.

Com a sexta posição deste sábado, Thiago Braz somou três pontos na temporada, chegando a sete no total – ele havia conquistado quatro pontos na etapa de Rabat, quando foi o quinto colocado. Assim, o campeão olímpico foi o nono colocado. Kendricks foi o líder (39 pontos), seguido pelo canadense Shawn Barber (23) e por Lavillene (22).

A disputa em Londres
Parecia que Lavillenie iria vencer mais uma etapa da Diamond League. O francês foi o único a só começar a saltar com o sarrafo a 5,61m, e passou de primeira. Ele não falhou nenhuma vez até os 5,92m. Kendricks tinha cometido quatro falhas, mas quando chegou no sarrafo de 5,92m, avançou de primeira, assumindo a liderança. Lavillenie então tentou duas vezes passar pelo sarrafo a 5,97m. Sem sucesso. A camisa dos Bleus não lhe deu sorte. Com a vitória garantida, Kendricks ainda arriscou dois saltos a 6,05m, que seria a melhor marca do ano e a melhor de sua carreira. Mas não conseguiu.

Campeão mundial sub-20 na última semana, Duplantis teve um problema com suas varas, que foram extraviadas em Stuttgart, na Alemanha. O sueco teve de competir em Londres com varas emprestadas por Lavillenie. Ainda assim o garoto prodígio conseguiu superar o sarrafo de 5,86m, ficando atrás do francês nos critérios de desempate, levando o bronze.

Quatro dias depois de vencer o meeting de Sotteville-lès-Roue com um voo de 5,70m, sua melhor marca da temporada, Thiago Braz abriu sua prova em Londres na marca de 5,46m e passou de primeira. Só que na altura de 5,61m, o campeão olímpico cometeu três falhas e acabou deixando a disputa por medalhas.

Mais brasileiros em Londres
Outros dois brasileiros entram em ação no segundo dia da etapa de Londres da Diamond League, no domingo. Andressa Morais busca a vaga na etapa final do lançamento do disco. Thiago André compete nos 1.500m, mas a prova não conta pontos para o circuito mundial.

Recorde mundial
O sábado marcou um novo recorde mundial em Londres. O britânico Tom Bosworth estabeleceu a melhor marca da história ao vencer os 3.000m de marcha atlética em 10min43s84. A prova, porém, não faz parte do programa olímpico e nem do circuito da Diamond League.

Fonte: GloboEsporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *