- Política

Flávio Bolsonaro conta com estratégia jurídica de Wassef, que acolheu Queiroz, para vencer no STJ

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) conta com a estratégia jurídica do seu ex-advogado Frederick Wassef para anular no Superior Tribunal de Justiça (STJ) o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que dá base à investigação das “rachadinhas”, conhecido como caso Queiroz.

‘Rachadinhas’: STJ marca para terça-feira julgamento de recursos de Flávio Bolsonaro
Wassef era o advogado de Flávio Bolsonaro até junho do ano passado, mas supostamente foi afastado do caso após a Polícia Federal prender em junho de 2020 Fabricio Queiroz em sua casa, em Atibaia, interior de São Paulo. Wassef, segundo interlocutores, nunca se afastou de fato do senador e mantém grande influência junto à família Bolsonaro.

Desde a prisão de Queiroz, no entanto, Wassef vinha dizendo que não tinha mais relação com a defesa de Flávio.

Mas é o advogado responsável pela articulação jurídica da defesa do senador no caso das “rachadinhas” para ganhar o julgamento marcado para esta terça (9) no STJ.

Wassef e Flávio têm se encontrado com frequência. No fim de janeiro, como o blog mostrou, eles voaram juntos de São Paulo para o Rio. Procurado à época pelo blog, nenhum dos dois quis comentar o encontro.

Nos bastidores, no entanto, Wassef não esconde que seja o responsável pela estratégia de defesa de Flávio.

O que são as ‘rachadinhas’
As investigações sobre o caso começaram em 2018, quando um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou movimentações suspeitas na conta bancária de Fabrício Queiroz quando ele trabalhava com Flavio Bolsonaro. Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017.

O Ministério Público do Rio acusa Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e outros 15 investigados de participar das “rachadinhas”, esquema no qual o parlamentar fica com parte dos salários dos funcionários. Os dois negam as acusações.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *