- Política

Temer deve tirar do PTB controle do Ministério do Trabalho

Depois de enfrentar várias crises relacionadas ao Ministério do Trabalho e ainda assim bancar as indicações do PTB para o comando da pasta, o presidente Michel Temer deve, agora, indicar um substituto para a vaga de Helton Yomura que não seja do partido.

Yomura foi afastado do cargo de ministro por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito da Operação Registro Espúrio, que apura fraudes na concessão de registros sindicais.

Segundo assessores de Temer, o presidente não vai esperar uma eventual reversão da decisão do STF.

Mais cedo, nesta quinta, Temer discutiu com a equipe mais próxima possíveis nomes para o lugar de Yomura.

O presidente já havia sido aconselhado a tirar do PTB o comando do Ministério do Trabalho em outras crises, mas resistia à ideia por avaliar que dependia do apoio do partido no Congresso Nacional.

Agora, até os integrantes do PTB, que sempre brigaram para manter o controle da pasta, já disseram ao Palácio do Planalto que abrem mão do ministério.

Roberto Jefferson
Presidente do PTB, o ex-deputado Roberto Jefferson divulgou nota nesta quinta na qual afirmou apoiar as investigações da Polícia Federal.

Um assessor de Temer, contudo, ironizou a situação. Yomura foi uma indicação de Roberto Jefferson e da filha do ex-deputado, a deputada Cristiane Brasil.

Yomura foi indicado para o cargo após Cristiane ser impedida pela Justiça de assumir a pasta. A deputada é alvo de ações trabalhistas na Justiça e já foi condenada.

Agora, o PTB afirma não ter mais tanto interesse na pasta. O partido articula apoiar o pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin. O movimento desagradou ao Palácio do Planalto.

Fonte: Divulgação


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *