- Política

Valdemar Costa Neto: O negociador polonês

A Polícia Federal avançou nas investigações contra o ex-deputado Valdemar Costa Neto, o manda-chuva do Partido da República (PR). Condenado no escândalo do mensalão e cortejado nas últimas semanas pelos principais presidenciáveis, Costa Neto é suspeito de receber 4,3 milhões em propina da Odebrecht, dinheiro desviado de contrato da empreiteira com a Valec, estatal vinculada ao Ministério dos Transportes.

A pasta é cota do partido de Costa Neto no governo federal. Um dos delatores ligados à construtora esteve na PF e forneceu aos investigadores detalhes das negociações mantidas com Costa Neto, incluindo as ameaças de retaliação caso o repasse do valor combinado não fosse concretizado. As declarações do colaborador foram confrontadas com planilhas apreendidas nos computadores da empresa. Nelas, os pagamentos ao chefão do PR aparecem identificados pelo codinome “Polonês”.

Fonte: Veja


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *