- Últimas Notícias

Seas distribui lanches aos familiares de pacientes internados no Hospital 28 de Agosto

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) participa dos esforços do Governo do Amazonas no atendimento emergencial na rede de saúde por conta do aumento de casos da Covid-19. Equipes da pasta participam da distribuição de lanches para parentes de pacientes internados no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto.

Segundo a secretária interina da Seas, Michelle Bessa, diariamente são servidos 150 lanches na tenda da Fundação Allan Kardec, que fica ao lado do Hospital 28 de Agosto. A distribuição acontece pela manhã e à tarde, sendo 75 em cada turno. O lanche é composto por uma bebida (suco ou achocolatado), um salgado ou sanduíche, e uma fruta.

“Essa é uma determinação do governador Wilson Lima no sentido de minimizar o sofrimento das pessoas que se encontram nos hospitais nesse momento de pandemia. A Seas também participa dessa força-tarefa com uma equipe de quatro servidores somente nessa ação, além de trabalharmos também no atendimento psicossocial”, destaca a gestora.

A distribuição dos lanches começou na segunda-feira (11/01), e vai permanecer enquanto não diminuírem os altos índices de internações naquela unidade hospitalar da capital.

Psicossocial – Famílias de pacientes internados no 28 de Agosto com Covid-19 também contam com um acolhimento psicossocial do Governo do Amazonas. O serviço busca aproximar o parente do paciente que está na unidade, divulgando informações como quadro clínico, avanços e movimentações na unidade, dando atendimento psicológico e humanizado aos acompanhantes.

A equipe multidisciplinar, coordenada pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), em parceria com a Seas, atua em uma tenda montada na Fundação Allan Kardec. No local, os parentes de referência realizam um cadastro assim que o paciente é internado. Sendo assim, eles passam a receber todo o apoio e avisos sobre o tratamento dado ao seu familiar.

O atendimento psicossocial, segundo a subcoordenadora de Projetos Sociais da UGPE, Viviane Dutra, ganha extrema importância para o sistema de saúde, sobretudo pelo aumento de internações registrado nos últimos dias. Ela explica que a emissão de boletins ficou prejudicada pelo crescimento de casos de Covid-19 na rede pública, mas que, devido ao acolhimento, os trabalhos dentro e fora da unidade tornaram-se mais fortalecidos.

Fonte: Divulgação/Secom


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *