- Brasil

Após enchente e estragos causados pela chuva, moradores fazem protesto na Região Nordeste de BH

Moradores do entorno da estação São Gabriel, na Região Nordeste de Belo Horizonte, fazem um protesto na manhã desta segunda-feira (8) por causa dos transtornos da chuva.

O temporal deste domingo (7) deixou a Avenida Cristiano Machado encoberta devido ao transbordamento da água no encontro dos córregos do Onça, Pampulha e Cachoeirinha. A enchente causou estragos e prejuízos a moradores e comerciantes do entorno. A força da água também arrancou placas de concreto na lateral da via.

Por volta das 8h, os manifestantes se concentram na Via 240 perto do cruzamento com a Avenida Cristiano Machado. Tapumes de uma obra na Estação São Gabriel, que foram arrancados pela força da chuva, e móveis foram usados pelo grupo para fechar o trânsito.

A Polícia Militar (PM) foi acionada para fazer a negociação para a liberação da passagem de veículos.

Às 10h30, a Empresa de Transportes de Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) informou que a rotatória do São Gabriel estava liberada no sentido bairro. Já o sentido Centro permanecia com o trânsito parcialmente fechado neste horário.

O protesto terminou às 11h50, com liberação completa da via.

O que diz a prefeitura
O G1 pediu um posicionamento à Prefeitura de Belo Horizonte sobre os transtornos vividos pelos moradores do entono da estação São Gabriel, no bairro Primeiro de Maio.

Veja a resposta:

“A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), informa que está em andamento a primeira etapa das obras de otimização do sistema de Macrodrenagem da Bacia do Ribeirão do Onça, na região Nordeste. A obra irá contribuir na diminuição do risco de enchentes na avenida Cristiano Machado, próximo aos bairros São Gabriel e Primeiro de Maio. Será feita a implantação de canal paralelo à canalização existente do Ribeirão do Onça, iniciando nas proximidades do cruzamento da avenida Cristiano Machado com avenida Risoleta Neves até a divisa com a faixa de domínio da CBTU dentro da Estação São Gabriel, numa extensão de 286,96 metros.

No trecho final, próximo à faixa de domínio da CBTU, esta nova estrutura se interligará ao canal já existente do Ribeirão do Onça. O objetivo é duplicar o canal existente e, por consequência, aumentar a capacidade de vazão dos mesmos para conduzir as águas das chuvas. Estão sendo investidos R$ 44,7 milhões, com recursos provenientes do Fundo Municipal de Saneamento e do financiamento junto ao governo federal. A previsão de término dos trabalhos é no segundo semestre de 2021.

A Sudecap informa ainda que outros dois empreendimentos na Bacia do Ribeirão do Onça, na região Nordeste, estão previstos:

– Com licitação de obra prevista para este ano, a otimização do canal de macrodrenagem do Ribeirão Pampulha prevê intervenções que vão da Estação São Gabriel até a esquina da avenida Sebastião de Brito.

– Em fase de captação de recursos e estudos de viabilidade, a primeira etapa das obras no córrego Cachoerinha para prevenção de enchentes na avenida Bernardo Vasconcelos, prevê a implantação de um canal paralelo em trecho próximo ao Minas Shopping até o seu lançamento no Ribeirão do Onça, melhorando as condições de escoamento deste curso d’ água. A obra irá mitigar as inundações na avenida Bernardo Vasconcelos no seu encontro com a avenida Cristiano Machado.”

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *