- Brasil

Após ‘viralizar’, garoto que recolhia latinhas no Rio para consertar bicicleta antiga ganha uma nova

Um menino de 10 anos que recolhia latinhas em uma rua do bairro de Magalhães Bastos, na Zona Oeste do Rio, ganhou uma bicicleta do dono de um depósito de materiais recicláveis depois de uma foto viralizar nas redes sociais.

Rhian Gabriel Santos da Silva juntava as latas para consertar uma bicicleta antiga que estava com o banco, o freio, a câmara de ar e os pneus avariados.

O ato do dono do estabelecimento só foi possível após a divulgação de uma imagem por um mototáxi. Ele levou o garoto sem cobrar nada após ouvir o objetivo dele com a venda do material. A corrente do bem, que começou com uma viagem de graça, terminou com a doação da bicicleta antiga para uma outra criança.

Ao G1, o empresário e dono do depósito Rodrigo Pereira da Silva Machado, de 41 anos, contou que a história de Rhian o emocionou porque era parecida com a dele. De família humilde, ele não teve uma bicicleta quando era pequeno e só aprendeu a andar depois de ganhar da família no aniversário surpresa de 36 anos.

Ao sair de casa com seis sacos cheios de latinhas no início de julho, não passava pela cabeça de Rhian que ele estava prestes a ganhar uma bicicleta nova. O que ele mais queria era consertar a antiga que estava estragada.

A mãe dele, Isabelly Cristina de Lima Santos, disse que é um hábito do filho juntar o material reciclável. Ela afirmou que ele recolhe as latinhas desde os 8 anos apenas na rua de casa, onde todos o conhecem. Fiscal de loja, Isabelly tem mais dois filhos pequenos e mora sozinha com eles.

O garoto, que mora a poucos quilômetros do depósito, parou um mototáxi e perguntou quanto sairia a corrida até o depósito para vender as latinhas. Depois de explicar o motivo da ida até lá, o mototáxi Gabriel do Nascimento Félix, de 23 anos, se emocionou e não cobrou a viagem.

“Eu tava passando de moto aí ele me gritou, aí eu falei ‘vou voltar depois’. Quando eu voltei, ele ainda tava esperando e eu já tinha esquecido dele. Aí ele [perguntou]: ‘me cobra quanto pra me levar lá no carro-velho’? Eu falei: ‘Mas você vai fazer o que lá?’ Aí ele: ‘vou vender minhas latinhas que eu quero consertar minha bicicleta’. Eu fiquei chocado com aquilo dali, fiquei paralisado um tempo e falei ‘bora, sobe aí agora, 0800’”, lembrou o mototáxi.

Com seis sacolas de lata, o menino conseguiu R$ 21, mas o conserto custava R$ 40. Rhian contou que a mãe ajudou com o resto do dinheiro. Quando ganhou a nova bicicleta, ele decidiu doar a antiga.

A mãe do garoto disse que nunca imaginou que ele pudesse receber um presente como esse. Isabelly disse que dificilmente poderia presentear Rhian com uma bicicleta, já que teria que dar para os outros filhos também.

“Fiquei muito feliz, sem palavras, porque a atitude que ele tomou eu acho que ninguém tomaria. Se eu pudesse fazer, eu faria muito mais por eles. O meu filho fez 10 anos agora, em 3 de julho. Ele me pediu um telefone e eu não pude dar, porque se eu dar pra ele, tenho que dar pros outros dois também”, contou a fiscal de loja.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *