- Brasil

Butantan entrega 5 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde nesta segunda

O Instituto Butantan liberou nesta segunda-feira (29) mais 5 milhões de doses da vacina CoronaVac ao Ministério da Saúde.

É a maior remessa já entregue de doses envasadas pelo Instituto, que é responsável pela etapa final de produção.

Em janeiro, o Butantan entregou lote com 6 milhões, mas de vacina já prontas, importadas da China. Veja mais abaixo as datas e quantidades de doses já entregues.

Os caminhões com carregamento da vacina deixaram a sede do Instituto por volta das 8h. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) e o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, estiveram no local para acompanhar a liberação.

Na ocasião, o secretário estadual da Saúde, disse que o Instituto receberá um novo lote de insumo entre os dias 6 e 8 de abril.

“Acabamos de receber a confirmação da área técnica do Butantan de que do dia 6 a 8 de abril teremos mais três milhões de doses da vacina, que virão através do insumo farmacêutico ativo”, afirmou Gorinchteyn.

ButanVac
Durante breve coletiva de imprensa realizada no local, Doria comentou sobre a ButanVac, nova candidata a vacina criada pelo Butantan, que teve o desenvolvimento anunciado na última sexta (26). Na ocasião, o governado afirmou que o imunizante era feito com insumo e tecnologia 100% brasileira.

Entretanto, depois de críticas, reconheceu que um consórcio internacional, que inclui a universidade americana Mount Sinai, tem um “papel importantíssimo na concepção da tecnologia”.

Questionado por qual razão a tecnologia americana não tinha sido mencionada durante o anúncio, Doria disse que não tinha conhecimento sobre o assunto.

“Simplesmente porque eu não tinha a informação. Entendo que a Butanvac é uma vacina nacional, uma vacina brasileira. É importante termos a vacina. E temos uma vacina nacional. Se parte dela é tecnologia internacional, isso é positivo. Temos que combater essa pandemia com todas as alternativas disponíveis no Brasil e no mundo”, alegou.

Cronograma CoronaVac
Com o novo carregamento, o total de vacinas oferecida por São Paulo ao PNI (Plano Nacional de Imunizações) chega a 32,8 milhões de doses desde o início das entregas, em 17 de janeiro. Até o dia 30 de abril, o total de vacinas garantidas pelo Butantan ao país somará 46 milhões.

O Butantan realiza uma força-tarefa para seguir envasando, em ritmo acelerado, doses para a entrega ao Programa Nacional de Imunizações. Para dar conta da demanda, o instituto dobrou o quadro de funcionários na linha de envase.

Próximas doses
No final de abril, o número de vacinas garantidas por São Paulo ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) somará 46 milhões. As doses de abril já estão em produção.

O Butantan trabalha para enviar outras 54 milhões de doses para vacinação dos brasileiros até 30 de agosto, totalizando 100 milhões de unidades.

Insumos
No dia 4 de março, o instituto recebeu uma remessa de 8,2 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), correspondente a cerca de 14 milhões de doses, desembarcou em São Paulo para serem envasados, rotulados e embalados no instituto.

Em fevereiro, o diretor do Instituto, Dimas Covas, disse que até o Butantan deve receber 6 mil litros insumos em abril. Com eles será possível produzir 8 milhões de doses.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *