- Brasil

CGE registra menor temperatura em 5 anos em SP; termômetros marcaram -2°C no Extremo Sul

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura registrou frio intenso em São Paulo e na região metropolitana na madrugada desta terça-feira (20). Os bairros mais gelados, segundo o CGE, foram Marsilac, com -2°C, e Capela do Socorro, com -1°C, ambos no Extremo Sul.

Esta foi a menor temperatura desde 13 de junho de 2016, quando o CGE registrou -0,6°C em Capela do Socorro, na Zona Sul da capital.

Em todo o município, a rede de estações meteorológicas do CGE da Prefeitura de São Paulo registrou a média de 6ºC no amanhecer desta terça, disse o órgão.

O CGE não registrou, até por volta de 4h30, geadas na capital paulista, como era a expectativa dos meteorologista. Nas redes sociais, entretanto, moradores de Parelheiros, na Zona Sul da capital paulista, chegaram a postar fotos de geada no início da manhã desta terça (20).

Cidades como São Bernardo do Campo, Cajamar, Cotia e Mauá também registraram geada no início da desta terça (veja aqui). No interior, cidades como Jundiaí e Sorocaba registram geada desde a madrugada de segunda-feira (19).

Moradores de Parelheiros, na Zona Sul de SP, registram geada na manhã desta terça-feira (20). — Foto: Reprodução/Twitter
Moradores de Parelheiros, na Zona Sul de SP, registram geada na manhã desta terça-feira (20). — Foto: Reprodução/Twitter

O frio também foi intenso em Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo, onde o CGE registrou 0°C, e na cidade de Mauá, no ABC paulista, com 4°C.

E o tempo seguirá gelado. Os termômetros localizados nas estações meteorológicas do CGE registram a média de 6°C na manhã desta terça. No restante do período, haverá céu claro e dia ensolarado e seco. A tarde terá máxima de 18°C.

Acolhimento de moradores de rua
Segundo a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), cerca de 224 pessoas foram acolhidas das ruas da cidade na madrugada desta terça-feira (20) por causa do frio intenso.

Foram distribuídos também 200 cobertores, mas 55 pessoas se recusaram a ir para os abrigos oferecidos pela prefeitura durante a madrugada.

De acordo com a pasta, foram contabilizados 14.017 acolhimentos, 1.208 recusas e 13.241 cobertores distribuídos desde 30 de abril, quando a gestão municipal começou a operação de ‘Baixas Temperaturas 2021’ na cidade, que vai até 30 de setembro.

A ação é reforçada sempre que a temperatura atingir um patamar igual ou inferior a 13ºC ou sensação térmica equivalente, informou a SMADS.

Segunda a prefeitura, a população também pode ajudar os moradores de rua solicitando uma abordagem social pela Central 156. A ligação é gratuita nas opções 0 e, em seguida 3, para solicitar o apoio dos assistentes sociais.

É preciso informar o endereço da via em que a pessoa em situação de rua está (o número pode ser aproximado), citar características físicas e detalhes das vestimentas da pessoa a ser abordada.

Previsão para os próximos dias
O ar seco de origem polar garante o tempo estável e seco no decorrer de toda a semana. As madrugadas continuam geladas, inclusive com potencial para formação de geada entre a madrugada e o amanhecer, principalmente nas regiões mais afastadas do centro expandido e nos municípios vizinhos à capital.

Na quarta-feira (21) terá predomínio de sol, poucas nuvens e temperatura em elevação. Os termômetros oscilam entre a mínima de 8°C e a máxima de 22°C, segundo o próprio CGE.

São Paulo e Rio Grande do Sul podem ter dia mais frio do ano nesta terça-feira (20).

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *