- Brasil

Cinco casas são interditadas após cratera reabrir na zona sul de São José dos Campos

Cinco residências foram interditadas pela Defesa Civil após uma cratera voltar a abrir nesta quarta-feira (16) em uma rua do bairro Jardim Imperial, na zona sul de São José dos Campos (SP). O buraco havia sido tapado há quatro dias e essa é pelo menos a terceira vez que ele se abre desde 2011.

O transtorno para os moradores do bairro recomeçou há dez dias neste ano. O asfalto cedeu e o buraco chegou a ocupar metade da rua após o temporal do último dia 7 de janeiro.

A cratera havia sido tapada no sábado (12), mas se abriu novamente durante a chuva na tarde desta quarta-feira (16). Desta vez, ainda maior, com cerca de 20 metros de profundidade.

“Falei para minha esposa, vamos sair rapidinho porque está afundando. Foi coisa de dez minutos que afundou. Estou com o carro preso [na garagem], dependo dele para trabalhar e não sei como fazer agora. Isso já aconteceu duas vezes. É um perigo, podia ter morrido gente”, afirmou Luciano da Silva.Esta é ao menos a terceira vez que a rua cede e a cratera se abre no local – a primeira foi em 2011 e o buraco chegou a engolir um carro.

A Sabesp foi procurada e informou que a reabertura da cratera se deve a problemas na galeria de águas pluviais do local, que é de responsabilidade da prefeitura. Na semana passada, a Sabesp fez o reparo na rede coletora de esgoto, danificada pela erosão do solo, provocada pelas chuvas.

A prefeitura informou que vai contratar, em caráter emergencial, uma empresa especializada para entrar na galeria e verificar o que causou o problema.

“Até o final do dia a gente tem a posição se nossa galeria está ou não está com problema”, afirmou secretário de gestão habitacional e obras, José Turano Junior.

A partir dessa avaliação é que serão definidas as ações que serão tomadas para sanar o problema.

Segundo a prefeitura, a administração ofereceu abrigo para quem precisou sair de casa, mas quatro das famílias optaram ir para casa de parentes. Nesta quinta-feira, os moradores que tiveram as casas interditadas puderam entrar nos imóveis para retirar pertences.

O trecho está todo interditado e sem previsão de liberação.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *