- Brasil

Integrantes de facção que cobrava mensalidade são alvos de operação

Vinte e sete integrantes de uma facção criminosa suspeita de crimes de homicídios, tráfico de drogas, roubos e furtos, e organização criminosa são alvos da operação ‘Lama Vermelha’, deflagrada nas primeiras horas desta quinta-feira (21) em Campo Verde, a 139 km de Cuiabá.

Segundo a Polícia Civil, o grupo criminoso detinha o monopólio da venda de drogas no município, as chamadas biqueiras ou bocas de fumo, e cobrava mensalidade dos membros.

Para a operação foram expedidos 54 mandados judiciais, sendo 27 prisões temporárias e 27 buscas e apreensão domiciliar.

Do total de mandados de prisão, 18 foram expedidos para cumprimento em Campo Verde (área urbana e rural) e 9 em outras cidades sendo elas: Cuiabá (1 na Penitenciária Central do Estado), Chapada dos Guimarães (2), Rondonópolis (3 presos e 1 solto) e Barra do Garças (1).

Oito criminosos serão notificados dos mandados de prisão dentro de unidades prisionais desses municípios.

A investigação iniciou em outubro de 2018, após descoberta de uma grande célula da facção criminosa, que estava agindo a mando de lideranças presas em unidades prisionais do Estado de Mato Grosso.

De acordo com a Polícia Civil, a ‘célula criminosa’ de Campo Verde está dividida em posições hierárquica seguindo um ‘estatuto’ da facção criminosa, cada um executando atividades específicas em benefício do funcionamento da organização.

Os chamados ‘conselheiros’ são as lideranças locais, seguido dos ‘disciplinas’ (membros responsáveis por aplicar sanções àqueles que descumprissem o estatuto), os ‘espelhos’ (substitutos legais) e na base estão os ‘soldados’ e ‘colaboradores’, aqueles que executam os crimes diretamente.

A organização criminosa, para assegurar seu território, teria cometido, ao menos, 4 homicídios.

Fonte:G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *