- Brasil

‘Meu sobrinho não era bandido’, desabafa tia do menino de 11 anos morto a tiros

O corpo de Ayslan Mateus Benício Alvim Lopes, de 11 anos, morto a tiros e depois atropelado duas vezes, enquanto brincava na rua, na noite de domingo, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi enterrado no fim da manhã desta terça-feira (2), no Cemitério Municipal Parque Retiro da Saudade, no bairro Citrolândia.

Antes do sepultamento, a tia da criança, a empregada doméstica Amanda Alvim Lopes, fez um desabafo ao conversar com a TV Globo.

O crime
O garoto foi baleado na noite deste domingo (31), quando brincava na porta da casa de uma tia, no bairro São Salvador, também em Betim.

Nesta segunda-feira (1º), a Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o motivo da morte da criança. Os investigadores traçaram três linhas de investigações: a de que o motivo dos disparos tenha relação com a guerra do tráfico de drogas entre grupos rivais, os atiradores terem confundido a vítima ou o envolvimento de algum parente da criança com o tráfico.

O crime chocou os moradores da rua. Testemunhas disseram à polícia que um carro passou pelo local e os ocupantes atiraram em direção à criança.

Quando a PM chegou a socorrer a criança, mas ela não resistiu. Ainda de acordo com os militares, um homem foi baleado no tiroteio. A PM encontrou o homem ferido no Hospital Regional de Betim.De acordo com o boletim de ocorrência, o homem tinha ligação com o tráfico de drogas. A polícia Militar (PM) também não sabe o motivo que a criança foi baleada. Ninguém foi preso.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *