- Brasil

Milícia que age no Minha Casa Minha Vida na Baixada Fluminense é alvo de operação

A Polícia Civil e o MP-RJ deflagraram nesta quinta-feira (13) operação para desarticular milícia que ameaça moradores de condomínios do Minha Casa Minha Vida em Comendador Soares, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Equipes tentam prender oito pessoas – outras duas já estão presas.

Até as 8h10, cinco mandados de prisão haviam sido cumpridos.

Segundo as investigações que levaram à Operação Héstia, o grupo paramilitar instalado nos bairros Ipiranga e Aliança expulsava moradores dos condomínios. Na sequência, vendia ilegalmente apartamentos dos conjuntos e também os utilizava para guardar armas. A quadrilha ainda extorquia de moradores.O esquema contava com a participação de um suposto funcionário da Light, que efetivava o cadastro dos novos moradores na concessionária, como se fossem os reais proprietários das unidades. O objetivo era validar a invasão, conferindo aparente legalidade à situação.

A polícia afirma que o bando é um braço da Liga da Justiça, milícia que surgiu na Zona Oeste do Rio e que hoje domina várias regiões do estado. A “matriz” ajuda fornecendo armas e recursos.

O nome da operação faz alusão à deusa grega Héstia, deusa protetora do lar, da harmonia e da cidade e também da arquitetura.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *