- Brasil

Morre em Pirassununga mulher que teve 80% do corpo queimado após ex-namorado incendiar carro

A técnica de enfermagem que teve 80% do corpo queimado após o ex-namorado incendiar o carro em que eles estavam em Pirassununga (SP) morreu na noite de domingo (29).

Segundo a Polícia Civil, Luciene Ferreira Sena, de 39 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu às 23h15. Uma câmera de segurança mostrou a tentativa de socorro à mulher (veja o vídeo acima).

O ex-namorado dela morreu durante a tarde. Elisangelo Marconis Francisco dos Santos, que não aceitava o fim do relacionamento, teve 60% do corpo queimado.

O corpo de Luciene foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Limeira. O enterro está previsto para as 17h no cemitério municipal de Santa Cruz das Palmeiras, cidade onde ela morava.

O crime

O crime aconteceu por volta de 7h15, logo após a mulher sair de um plantão na Santa Casa, onde trabalhava. O homem entrou no veículo e o incendiou com um líquido inflamável e fogos de artifício, na Rua Newton Prado.

O carro ficou desgovernado e parou quando bateu atrás de outro estacionado. Segundos antes, o homem saiu do carro com o corpo em chamas e se jogou no asfalto e na grama do canteiro central na tentativa de apagar o fogo.

A mulher continuou no carro e moradores tentaram ajudá-la com extintores. Segundo o boletim de ocorrência, uma faca foi usada para cortar o cinto de segurança.

O carro que estava na frente foi retirado e o que estava em chamas continuou descendo a rua. Um PM chegou, abriu as portas e o fogo ganhou ainda mais força.

Depois de algumas tentativas, a mulher foi retirada pelo policial. Os bombeiros conseguiram controlar as chamas minutos depois.

Uma garrafa plástica com líquido inflamável, um isqueiro e um rojão foram apreendidos pela polícia.

Dias atrás, Elisangelo fez um B.O. contra Luciene por uma briga. Ele afirmou para a polícia que ela o teria arranhado.

Parentes e amigos da mulher disseram que o relacionamento do casal era instável e cheio de brigas.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *