- Brasil

O avanço do mercado das submetralhadoras artesanais (e ilegais) no Brasil

Em outros meses do ano, o senhor de 68 anos chegou a ser visto em um ambiente distinto: uma fábrica de fundo de quintal dedicada à produção de submetralhadoras artesanais. Thomasi foi preso na capital mineira no dia 23 agosto de 2016, acusado de porte e fabricação ilegal de armas.

Com ele foram apreendidas 19 armas: três pistolas, um fuzil, uma espingarda e 14 submetralhadoras artesanais. O objetivo de sua produção caseira era abastecer criminosos. Só naquele ano, o Estado de Minas Gerais apreendeu 42 submetralhadoras artesanais – pelo menos 14 delas eram da produção do “Papai Noel”. Procurado pela reportagem, o advogado dele informou que Thomasi aguarda o julgamento do recurso em liberdade, e seu processo corre em segredo de Justiça.

Em média, no Brasil, todos os dias a polícia apreende uma submetralhadora. Entre janeiro de 2013 e outubro de 2018, foram retiradas de circulação ou registradas em ocorrências mais de 2,6 mil delas – e 15% são de fabricação caseira.
Fonte: R7

There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *