- Brasil

Remédios do kit intubação são entregues com rótulos em mandarim

Cinco entidades médicas enviaram, nesta semana, um ofício aos conselhos municipais e estaduais de Saúde e ao Ministério da Saúde pedindo que medicamentos do “kit intubação” doados pela China na semana passada tenham rótulos traduzidos do mandarim para o português. A informação foi divulgada primeiro pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

Em um segundo ofício, as cinco entidades dão sugestões de como traduzir as etiquetas originais. Ambos os documentos são assinados pela Associação Brasileira de Medicina de Emergência (Abramede), Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos (ISMP), Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) e Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde (SBRAFH).

Os remédios doados foram midazolam e propofol (sedativos), fentanila (anestésico) e cisatracúrio (bloqueador neuromuscular).

Cinco cidades da Grande SP têm medicamentos do ‘kit intubação’ para no máximo 10 dias
No Tocantins, bloqueio de UTIs por falta de ‘kit intubação’ revolta famílias de pacientes que precisam de leitos
No primeiro documento, do dia 20 de abril, as entidades recomendam que o Ministério da Saúde “providencie com a maior brevidade possível a tradução da bula na íntegra, viabilizando informações sobre armazenamento, preparo e administração destes medicamentos, estando facilmente disponíveis para a equipe envolvida no manejo direto do paciente”.

As sociedades e associações também pedem que a dispensação dos medicamentos seja feita por prescrição ou por formulário, evitando-se a prescrição verbal. As entidades solicitam, ainda, que os remédios sejam armazenados de forma separada e identificada pelos serviços de farmácia hospitalar – evitando trocas e erros na cadeia de abastecimento.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *