- Brasil

Técnico em enfermagem que passou 46 dias internado com Covid-19 se emociona ao ser vacinado

O técnico em enfermagem Luiz Francisco da Costa Júnior, de 36 anos, protagonizou um momento de emoção na terça-feira (19), em São Raimundo Nonato, a 517 km de Teresina, ao ser vacinado. O profissional, que foi o primeiro do município a receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, disse ao G1 que chorou ao lembrar que passou 46 dias internado tratando da doença.

Júnior, como é conhecido, trabalha na área de saúde há 8 anos e relatou que atuou na linha de frente contra a infecção provocada pelo novo coronavírus desde o início da pandemia até testar positivo, em agosto de 2020.

“Primeiro senti só o nariz escorrer e dor na garganta. Pensei que seria leve. O médico passou medicação para eu tomar em casa e assim o fiz durante três dias, até meu quadro piorar”, contou.

O profissional teve febre e foi internado primeiro por três dias. Recebeu alta e, pouco depois de voltar para casa sentiu uma piora e teve que ser internado novamente. “Meu pulmão chegou a ficar com comprometimento de 75%. Tive que ser intubado e fui transferido para Teresina”, afirmou.

O técnico em enfermagem Luiz Júnior foi o primeiro a ser vacinado em São Raimundo Nonato, no PI — Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde São Raimundo Nonato
O técnico em enfermagem Luiz Júnior foi o primeiro a ser vacinado em São Raimundo Nonato, no PI.

Júnior teve 100% do pulmão comprometido e chegou a ficar mais de 15 dias intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Getúlio Vargas, em Teresina. “Me tiraram do tubo porque eu já tinha ficado o máximo. Ainda fizeram a traqueostomia [abertura de orifício artificial na traqueia para promover uma via aérea estável em paciente com intubação traqueal prolongada]”, disse.O técnico em enfermagem disse que seus rins chegaram a parar, que ele necessitou de hemodiálise. “Chegaram a dizer que eu não tinha mais jeito. No dia seguinte acho que foi Deus que iluminou e eu consegui mexer. Desse dia para cá meu quadro só foi melhorando e com o passar do tempo tive alta”, relatou.

Primeiro a ser vacinado
Júnior disse que não sabe expressar a felicidade que sentiu ao saber que seria o primeiro a ser vacinado em São Raimundo Nonato. “Uma gratidão muito grande. Deus me deu essa chance de eu receber a vacina e poder contar minha história”, declarou.

Enquanto recebia a dose, Júnior conta que lembrou de colegas de trabalho que morreram em consequência da Covid-19. “Colegas que trabalhavam com a gente na linha de frente que faleceram, que não tiveram a mesma oportunidade que eu tive. Nem sei explicar direito”, desabafou.

Imunização no Piauí
A vacinação contra a Covid-19 no estado começou na segunda (18) em uma cerimônia simbólica no pátio de Secretaria de Saúde do Piauí. Na ocasião, o médico obstetra Joaquim Vaz Parente, de 75 anos, foi o primeiro piauiense a receber o imunizante contra a Covid-19.

Já a idosa Arminda da Conceição Palhano Val, 83 anos, foi a primeira pessoa, que não é profissional de saúde, a ser vacinada no estado. Ela reside na Casa Frederico Ozanam, abrigo onde a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina vacinou 45 idosos, na tarde de terça.Momentos antes, a fundação aplicou a primeira dose do imunizante em profissionais de saúde que atuam na urgência do Hospital da Primavera, também na Zona Norte da capital.

Devido ao número reduzido de doses (61.160), poucos grupos prioritários vão ser imunizados neste primeiro momento. Como são duas injeções para imunizar cada pessoa, 30.580 piauienses devem ser vacinados. O número representa cerca de 1% da população piauiense, que é de 3,2 milhões de pessoas.

Segundo o Secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, a primeira fase na capital e no interior vai incluir profissionais de saúde, idosos em abrigos, pessoas com deficiência em abrigos e população indígena em terras demarcadas.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *