- Cidade

Dia Mundial da Educação Ambiental será comemorado anualmente nas comunidades

Após a programação da semana de atividades socioambientais comemorativas ao Dia Mundial da Educação ambiental, a Prefeitura de Manaus informou que a data será considerada um marco para as comunidades em que for comemorada, com apoio do municípiol. Este ano, a comunidade contemplada foi a do bairro Crespo, zona Sul de Manaus.

Ao longo da semana, foram realizadas diversas ações socioambientais nas proximidades do Igarapé do 40, que corta o bairro.

“A ideia foi envolver a comunidade que sofre muito com a questão do descarte irregular de lixo, o vandalismo e a falta de sensibilização ambiental e colaborar com a criação de uma agenda nas comunidades em que foram feitas as sensibilizações,”, explicou o secretário da Semmas, Antonio Nelson de Oliveira Júnior.

A ação contou com a parceria da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) e o Projeto Luz e Vida: Missão Amazônia, que coordena um trabalho social junto aos moradores do Crespo. Foram feitas ações de limpeza e remoção de resíduos do leito do igarapé, capinação, formação de brigada de combate ao caramujo africano, minicurso de jardinagem, plantio e apresentação dos Garis da Alegria.

Foi realizada também a instalação de placas de Área de Preservação Permanente (APP) nas margens do igarapé, com a finalidade de reforçar a proteção do curso d’água e coibir o descarte de resíduos e as ocupações irregulares.

Na manhã deste sábado (26), foram realizadas atividades de sensibilização, com palestras e jogos ambientais, além do plantio de 20 árvores e 500 mudas de espécies ornamentais. A subsecretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Aldenira Queiroz, explicou que o trabalho da Educação Ambiental visa buscar a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

A data
O Dia Mundial da Educação Ambiental foi instituído em 1975, durante Seminário Internacional sobre Educação Ambiental em Belgrado, definindo os princípios da Educação Ambiental no âmbito das Nações Unidas.

Em 2018, as atividades da Divisão de Educação Ambiental (Diea) atingiram um universo de 34.756 pessoas em mais de 500 atividades, realizadas pela Semmas e por terceiros, de janeiro a dezembro. São palestras, exposições, oficinas, campanhas de mobilização, plantio e distribuição de mudas, manejo fitossanitário da arborização urbana, reuniões para diagnósticos socioambientais, instalação de placas de identificação de áreas verdes e de preservação permanente.

Fonte: G1/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *