- Cidade

Exército vai instalar base de combate a incêndios em Apuí no AM

Em Apuí, no Sul do Amazonas, focos de incêndio que se espalham pela floresta. A cidade está entre as que mais registraram incêndios em agosto, segundo o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe). Por conta da situação, o Exército deve montar, nesta segunda-feira (2), uma base para concentrar as operações de combate às queimadas.

No trecho da rodovia Transamazônica, que dá acesso à cidade de Apuí, a equipe da Rede Amazônica encontrou soldados do Exército, a caminho da cidade para ajudar no combate às queimadas.

A previsão do Exército é instalar uma base na cidade para centralizar os trabalhos de combate aos incêndios. Bombeiros, agentes do Ibama e da Polícia Federal vão participar da força-tarefa.

“Vamos trabalhar com duas aeronaves, dois helicópteros. Esses helicópteros vão permitir com que a gente tenha mobilidade muito maior do que eu tivesse trabalhando apenas com viaturas”, disse o general Marcus Vinicíus Fontoura de Melo.

Em Manicoré, cidade vizinha, vários focos de incêndio chamavam a atenção de quem passava pela rodovia. O fogo consumiu parte da mata e a fumaça intensa encobriu o local. Árvores e vegetação foram destruídas em poucas horas.

Além de Apuí, Novo Aripuanã e Lábrea, todas no sul do Amazonas, estão entre as 10 cidades brasileiras que mais registraram focos de incêndio.

Dados do Inpe, mostram que o mês de agosto de 2019 teve o maior número de focos de queimadas na Amazônia dos últimos nove anos. Foram registrados 30.901 focos. Um aumento de 196 %, se comparado com o mesmo período do ano passado, que teve 10.421 focos.

Sobrevoo
Um sobrevoo feito pela reportagem do G1, ne quinta-feira (29), flagrou várias áreas desmatadas recentemente e pelo menos 15 incêndios ativos no sul do Amazonas. Ao sobrevoar o município de Apuí, o G1 flagrou pelo menos sete focos com poucos quilômetros de distância um do outro. Do avião é possível constatar que as chamas estão fora de controle e, além da área desmatada para ser queimada, o fogo já invadiu a mata fechada.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *