- Cidade

Nº de trotes ao Ciops em Manaus passa de 145 mil em seis meses

O telefone emergencial 190, da Polícia Militar, recebeu 145.819 trotes até junho deste ano em Manaus, segundo dados registrados pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), divulgados nesta sexta-feira (26). Além de prejudicar o atendimento das emergências da polícia e dos bombeiros, a prática é crime.

O levantamento aponta que por dia foram uma média 805 ligações falsas até junho deste ano.

O secretário executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, coronel Hermes Macedo, explicou que existem punições para quem faz esse tipo de chamada aos serviços de emergência. Após a identificação, a lista com os telefones dos autores de ligações falsas é encaminhada à Polícia Civil.

“É um crime previsto na legislação penal. Quando identificado, o autor é enquadrado no Artigo 340 do Código Penal, de falsa comunicação de crime ou de contravenção, cuja pena é detenção de um a seis meses ou multa”, disse o coronel.

Caso seja possível identificar, as punições serão aplicadas mesmo que o trote tenha sido por crianças. No caso, os pais serão responsabilizados.

Legislação
A realização de chamadas falsas é crime. De acordo com o Código Penal Brasileiro (CPB), uma ligação proposital para números de emergência com finalidade de desviar a função da linha, como trotes, falsas acusações, comunicação falsa de crimes, gerando movimentação desnecessária de dinheiro público ou desacato ao servidor, constituem em crimes previstos nos artigos 339 ao 342 do Código Penal.Além disso, a prática também representa crimes contra a administração da Justiça ou 331 do Código Penal, dos crimes contra o Servidor Público, são passíveis de multas ou detenções, que vão de três meses a oito anos.

Fonte: G1/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *