- Cidade

Órgãos de segurança pública, fiscalização e controle oficializam Portaria do Carnaval 2019

Os representantes dos órgãos de segurança pública, fiscalização e controle do estado e município assinaram, nesta quarta-feira (30), a Portaria do Carnaval 2019, com regras para a realização de eventos carnavalescos em vias públicas. O site “Evento Legal”, com informações sobre licenciamentos dos diversos órgãos públicos para organizadores de eventos, também foi lançado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Segundo o secretário de segurança pública, Louismar Bonates, os blocos de carnaval de rua ganharam uma hora a mais de duração. Até 2018, iam até às 23h. Para 2019, os Blocos devem seguir até a meia noite. Ele comentou ainda que as informações estão disponíveis no site recém-lançado.

“Todos devem estar regularizados para que possam fazer as suas brincadeiras. Não será admitido nenhum bloco irregular. As normas já estão sendo cobradas, os organizadores já estão se regularizando para que os blocos aconteçam”, disse o secretário.

Representantes de órgãos assinaram a Portaria do Carnaval 2019 em Manaus.O Secretário de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, informou que a integração entre os órgãos é essencial para que o carnaval aconteça de maneira ordeira. Ele comentou que a Prefeitura de Manaus apoia, aproximadamente, 250 bandas durante o Carnaval.

“Tudo isso, com os órgãos de segurança agindo de forma integrada, para garantir a segurança do público. Nós lançamos um edital em 2 de fevereiro em que diz que todas as bandas devem seguir as normas dos órgãos competentes, para acontecerem”, disse.

Esquema de segurança
De acordo com Coronel Ayrton Ferreira do Norte, comandante geral da Polícia Militar, a Polícia deve atuar em todas as bandas e blocos de carnaval, com policiamento ostensivo e especializado. Cerca de 800 policiais militares devem atuar durante o período.

“Aquelas que estiverem regulamentadas, nós atuaremos por lá para que a população brinque de forma ordeira. Aqueles que estiverem em desacordo com a legislação, serão conduzidos aos órgãos competentes”, disse.

O coronel Danízio Neto, do Corpo de Bombeiros informou que equipes da corporação devem fazer vistorias nas bandas e blocos, além de acompanhar os órgãos envolvidos.

“Atuaremos na prevenção. Caso haja uma eventualidade, os bombeiros estarão prontos para agir. Verificaremos fogos de artifício, acidentes automobilísticos, além das normas de segurança nos locais”, finalizou o coronel.

Fonte: G1/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *