- Cidade

Sejusc capacita 41 servidoras do projeto ‘Nova Rede Mulher’

Encerrou nesta quinta-feira (16/07) o curso de formação das servidoras que integram o projeto “Nova Rede Mulher”, ação que atende vítimas de violência de gênero. A capacitação foi promovida pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e contou com uma lista de palestrantes integrantes da rede de proteção no Amazonas.

O curso começou no dia 7 de julho no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, zona sul de Manaus. Um grupo de 41 servidoras se formou após cerimônia simbólica ocorrida na manhã de hoje. O módulo de encerramento tratou sobre “Políticas Públicas e Controle Social”, aplicado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim). As servidoras que passaram pela formação são assistentes sociais, psicólogas, pedagogas, educadoras sociais e técnicas de enfermagem.

O secretário William Abreu, titular da Sejusc, destacou que todas as participantes da capacitação foram contratadas por meio de processo seletivo da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam). A capacitação contou com especialistas de vários órgãos, entre eles a Polícia Civil, Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e outros órgãos da área de enfrentamento.

De acordo com a secretária executiva de Políticas para Mulheres da Sejusc, Ana Barroncas, as servidoras atuam nos espaços coordenados pela secretaria, como o Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), o Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem), a Casa Abrigo Antônia Nascimento Priante, além da Unidade Móvel e do serviço “Alerta Mulher”. Ela afirma que o objetivo da capacitação é levar mais qualidade no atendimento às vítimas.

“Nós esperávamos muito o reforço dessa mão de obra. Essas mulheres foram contratadas no dia 6 de julho e começaram o curso na mesma semana, mostrando o diferencial do projeto ‘Nova Rede Mulher’. Tivemos a preocupação de capacitá-las para atender especificamente essas mulheres vítimas de violência de gênero, para que elas pudessem chegar nas unidades e encontrassem servidoras preparadas para recebê-las da melhor forma possível”.

‘Nova Rede Mulher’ – O projeto “Nova Rede Mulher” atende mulheres que estão sofrendo algum tipo de agressão dentro das suas residências ou no convívio familiar, prestando auxílio e suporte para eliminar esse tipo de crime. O objetivo é direcionar as vítimas para os canais de denúncia.

A ação contempla o Eixo II de Ampliação e Fortalecimento da Rede de Serviços para Mulheres em Situação de Violência. O eixo compõe o Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres do qual o Amazonas é signatário.

Fonte: Divulgação


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *