- Cultura

Festival Somas reúne shows e oficinas gratuitas

Em sua segunda edição, o Festival Somas propõe uma programação artística e de formação/reflexão exclusivamente protagonizada por mulheres, nos próximos dias 26 e 27/7, reunindo atividades gratuitas, como shows, painéis e oficinas, no Teatro Gebes Medeiros e no Centro Cultural Palácio Rio Negro.

O festival tem como objetivo potencializar o cenário artístico-musical de Manaus, tornando cada vez mais acessível e viável o desenvolvimento de trabalhos protagonizados por mulheres, profissionais em início de carreira e artistas já estabelecidas, estimulando trocas e iniciativas coletivas entre elas.

Na sexta, 26/7, as artistas Elisa Maia, Karen Francis, Lary Go & Strela e a banda Gramophone abrem o Festival com shows musicais no Teatro Gebes Medeiros, na Av. Eduardo Ribeiro, 937, Centro, a partir das 19h, lembrando o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha. Elisa Maia e Karen Francis vão reproduzir um show em conjunto, em que as duas executam as músicas uma da outra, com repertório baseado em seus respectivos EPs – ‘Ser da cidade’, lançado em 2013, por Elisa Maia, e ‘Acontecer’, de 2018, da cantora Karen Francis -, além de canções novas que as artistas se preparam para lançar ainda este ano.

Já a dupla de irmãs Lary Go & Strela, que atua desde 2015 e já é referência no hip hop da cidade, apresenta músicas de seu repertório habitual e novas canções, como ‘Risadas de bruxas’ e ‘Ideia florescida’, que estão em fase de produção para serem lançadas. Já a banda Gramophone, que tem à frente de seus vocais a poderosa voz da cantora Vívian Silva, executa seu regional experimental, em canções da própria banda e releituras de sucessos da região.

Atividades de formação
Já no sábado, 27/7, acontece no Salão Nobre do Centro Cultural Palácio Rio Negro a programação de formação do festival, com foco em pequenos passos que as artistas, produtoras e mobilizadoras locais podem dar para profissionalizar e potencializar seus trabalhos. As atividades iniciam às 14h, com o painel ‘Mulher impressa: a representação do feminino’, em que a designer e mestranda Samara Nina, do Programa de Letras e Artes (PPGLA/UEA), propõe uma discussão sobre a representação da mulher nos mais diversos veículos informacionais e seus equívocos.

Em seguida, às 15h, Tita Virgílio, que é parte da Diretoria de Cultura da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), vai facilitar uma oficina sobre ‘Currículo e Portfólio Artístico’, trazendo uma perspectiva prática de formatos ideais de organização de informações da atuação de artistas e produtoras junto aos órgãos públicos, para apresentação em editais e oportunidades de trabalho em geral.

Logo depois, às 16h, é a vez da jornalista e gestora da Impact Hub Manaus, Juliana Teles, mediar a oficina ‘Pitchings: fale sobre seu projeto em 10 minutos’, que, numa abordagem dinâmica e participativa, ajudará as profissionais a apresentarem seus projetos em processos seletivos, editais e encontros com iniciativa privada, uma vez que o formato de apresentação oral, ou defesa oral de projeto, já é amplamente utilizado no cenário artístico-cultural, principalmente para captação de recursos.

Encerrando a programação de formação, a Coletiva Banzeiro Feminista conduz roda de conversas com o tema ‘Tecendo redes de cuidado entre mulheres’, em que a psicóloga Andreza Costa, mestra em Processos Psicossociais e atriz no Grupo Garagem, propõe uma vivência de autocuidado com foco numa reflexão social crítica enfatizando a influência dos sistemas hegemônicos na nossa saúde.

Pocket shows
O Somas 2019 também abriu inscrições para novos trabalhos artísticos encabeçados por mulheres e selecionou quatro artistas, que apresentarão pocket shows encerrando a programação do Festival. A MC Catarina, revelação do rap na cidade de Manaus, as estreantes Natty dos Anjos e a banda Trialis (que conta com a cantora Julhia Alcântara no vocal) e Olívia de Amores, veterana, mas que está lançando carreira solo nova, se apresentam a partir das 19h, no jardim externo (parte de trás) do Centro Cultural Palácio Rio Negro, no dia 27/7, sábado, logo após a programação de formação.

Ainda no dia 27, acontece também o after do Festival Somas 2019, com uma programação de acesso gratuito, no Do Lado Bar, a partir das 21h. O espaço tem como idealizadora e gestora a DJ e produtora Luana Aleixo, que, na primeira edição do Festival Somas, facilitou uma oficina de discotecagem exclusiva para mulheres.

Toda a programação do Festival Somas 2019 é gratuita e livre para todos os públicos. Apesar do foco ser as mulheres, homens também são bem vindos, principalmente se estimularem a presença de outras mulheres nos dois dias de evento.

O Festival Somas, além de contar majoritariamente com uma equipe composta por mulheres, é realizado e produzido pelo Coletivo Difusão, organização cultural coletiva de Manaus. O evento também conta com o apoio da Secretaria de Cultura do Amazonas (SEC), Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), banca Todas São Manas e Coletiva Banzeiros Feminista.

Programação
26/07 (sexta-feira)
19h às 21h – Show de abertura do Festival Somas 2019
Onde: Teatro Gebes Medeiros (Av. Eduardo Ribeiro, 973, Centro)
Atrações: Elisa Maia & Karen Francis / Lary Go & Strela / Gramophone
Quanto: Gratuito

27/07 (sábado)
14h às 21h – Programação de formação e reflexão e pocket shows do Festival Somas 2019
Onde: Centro Cultural Palácio Rio Negro – Av. Sete de Setembro, 1546, Centro
Quanto: Gratuito

14h às 15h – Painel ‘Mulher impressa: a representação do feminino’
Facilitadora: Samara Nina – Mestranda no Programa de Letras e Artes (PPGLA/UEA), designer de livros na Editora Universitária da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e pesquisadora do tema ‘A representação do feminino em materiais editoriais’

15h às 16h – Oficina ‘Currículo e Portfólio Artístico’
Facilitadora: Tita Virgílio – Gerente de Projetos Especiais da Diretoria de Cultura da Manauscult e Conselheira Municipal de Cultura (Concultura)

16h às 18h – Oficina ‘Pitchings: fale sobre seu projeto em 10 minutos’
Facilitadora: Juliana Teles – Co-empreendedora do Impact Hub Manaus e co-fundadora do projeto Banho do Bem; formada em Jornalismo pela UFAM e gerente de projetos sociais da AIESEC no Brasil

18h às 19h – Roda de conversa ‘Tecendo redes de cuidado entre mulheres’
Facilitadora: Andreza Costa – Psicóloga e mestra em Processos Psicossociais; atriz no Grupo Garagem, integrante da Coletiva Banzeiro Feminista e da Rede Fulanas – Negras da Amazônia Brasileira (NAB)

19h às 21h – Pocket Shows de Trialis, Natty dos Anjos, Catarina e Olívia de Amores

21h – After do Festival Somas 2019
Onde: Do Lado Bar – Rua Costa Azevedo, 159, Centro
Quanto: Gratuito
Atrações: DJ Luaninha

Fonte: VivaManaus 


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *