- Economia

Agências da Caixa têm longas filas no primeiro dia de saque do FGTS

A Caixa Econômica Federal começou a liberar, nesta quarta-feira (20), saques de até R$ 1 mil do FGTS para trabalhadores nascidos em janeiro. Com a liberação, algumas cidades do país já têm longas filas nas agências da Caixa.

Nas estimativas da Caixa, 3,9 milhões de pessoas estão aptas a fazer o saque nesta etapa, em que R$ 2,7 bilhões foram disponibilizados pelo governo federal, de um total de R$ 30 bilhões direcionados ao saque extraordinário.

Em comunicado, a Caixa ressalta que a movimentação de recursos do FGTS é realizada de maneira digital, por meio do app CAIXA Tem. A consulta de valores pode ser feita pelo aplicativo e pelo site (saiba mais no final desta matéria). O banco esclarece ainda que, em um universo de mais de 4.200 agências, as eventuais filas são pontuais.

Amapá
Em Macapá, trabalhadores encararam fila e chuva em várias agências da cidade. A maioria queria mais informações sobre o benefício, por não ter acesso ao aplicativo do FGTS ou ao site da Caixa.

Ceará
Agências da Caixa de Fortaleza e da cidade de Itapipoca, no interior do Ceará, registraram filas longas desde o início da manhã. Alguns trabalhadores começaram a chegar ainda de madrugada para garantir o saque do benefício, como Jeodonir, o primeiro a chegar na agência da Caixa do Bairro Messejana, por volta de 3h40.

Pará
Uma grande fila se formou em uma agência da Caixa de Belém, no bairro de São Brás. Muitos estavam em busca de atendimentos sobre o saque extraordinário do FGTS.

Piauí
Em Teresina, contribuintes procuraram as agências para resolver problemas que encontraram na hora de fazer o cadastro para sacar o FGTS, como dúvidas sobre o e-mail de cadastro do aplicativo.

Rio Grande do Norte
Algumas agências em Natal registraram longas filas pela manhã. Muitos usuários tiveram problemas com o aplicativo Caixa Tem, por onde o banco recomenda realizar o serviço para a retirada do FGTS.

São Paulo
Uma longa fila se formou nesta manhã em uma agência na Caixa em Cidade Tiradentes, na Zona Sul de São Paulo, antes mesmo da abertura. Algumas pessoas que estavam na fila também procuravam por outros serviços, como informações do Auxílio Brasil ou pagamento de contas.

Como consultar
As consultas podem ser feitas pelo site da Caixa, por uma versão atualizada do aplicativo FGTS e nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF).

Na consulta pelo site do FGTS, é possível saber:

  • se o trabalhador tem direito ao Saque Extraordinário do FGTS;
  • consultar a data de crédito na Conta Poupança Social Digital.

No site da Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho ou em algum extrato antigo que o trabalhador tenha, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS. Clique aqui e veja como consultar o número do PIS/NIS.

Já pelo aplicativo FGTS e nas agências da Caixa, é possível:

  • consultar o valor a ser creditado;
  • consultar a data de crédito na Conta Poupança Social Digital;
  • informar que não quer receber o crédito do valor;
  • solicitar o retorno do valor creditado para a conta FGTS;
  • alteração cadastral para criação de Conta Poupança Social Digital.

O aplicativo pode ser baixado nos seguintes links:

  • Celulares Android (clique aqui para baixar)
  • Celulares iOs – Apple (clique aqui para baixar)

Em caso de dúvida, os trabalhadores devem acessar o App FGTS, no menu “Saque Extraordinário”, ou ainda, os canais oficiais da Caixa, como o telefone 4004-0104, para capitais e regiões metropolitanas, e o 0800 104 0104 para demais regiões.

Fonte: Divulgação

 


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *