- Economia

Bayer perde mais de 9% na bolsa após Monsanto ser condenada por uso de glifosato

As ações do grupo farmacêutico alemão Bayer, novo proprietário da Monsanto, perdiam mais de 9% nesta segunda-feira na Bolsa de Frankfurt após a condenação sem precedentes da empresa agroquímica americana por seu pesticida Roundup.

Durante a manhã, as ações da Bayern perdiam 9,53%, a 86,46 euros, segundo a France Presse.

O processo histórico contra a Monsanto, o primeiro relacionado com o possível caráter cancerígeno dos produtos com glifosato da empresa, pode custar muito caro para a Bayer, que concluiu em junho a compra do grupo americano por US$ 63 bilhões.

A Monsanto foi condenada pela Justiça americana a pagar US$ 289 milhões (R$ 1,1 bilhão) a um homem com câncer. O jardineiro Dewayne Johnson afirma que sua doença foi causada por herbicidas da empresa.

Em um caso emblemático, um tribunal do júri na Califórnia considerou que a Monsanto sabia que seus herbicidas “Roundup” e “RangerPro”, que contém glifosato, eram perigosos e falhou em alertar os consumidores.

O processo foi o primeiro alegando que agrotóxicos com glifosato causam câncer a ir a julgamento.

A Monsanto nega que a substância esteja ligada à doença e afirma que vai recorrer da decisão. A Bayer AG, empresa farmacêutica que é dona da Monsanto, também nega que a substância seja cancerígena.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *