- Economia

Caixa paga abono aos nascidos em julho

A Caixa inicia, nesta quinta-feira (16), o pagamento do Abono Salarial, calendário 2020/2021, para os trabalhadores nascidos em julho que ainda não receberam por meio de crédito em conta. Os valores podem ser sacados com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, bem como nas agências. São 741.586 trabalhadores com direito a sacar o total de R$ 573,3 milhões.

Neste calendário, já foram contempladas as pessoas que nasceram entre julho e dezembro e são titulares de contas individuais na Caixa, atualizadas e com movimentação. Esses trabalhadores receberam o crédito automático antecipado em 30 de junho.

A antecipação do início do calendário, que nos anos anteriores ocorreu no final de julho, atende à Resolução CODEFAT nº 857, de 1º de abril de 2020, como mais uma medida para mitigar os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus. O crédito antecipado do Abono Salarial 2020/2021 em conta Caixa foi realizado para quase 6 milhões de trabalhadores, num total de R$ 4,6 bilhões.

Os valores para cada trabalhador variam de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base 2019.

O saque pode ser realizado até 30 de junho de 2021. Em todo o calendário, serão disponibilizados R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial, conforme categoria da empresa.

Recebem o Abono Salarial na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. As pessoas que trabalham no setor público possuem inscrição Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil.

Também a partir desta quinta-feira (16), cerca de 2 milhões de trabalhadores que não realizaram o saque do Abono Salarial do calendário anterior, que finalizou em 29 de maio, terão nova oportunidade para sacar os valores, que totalizam R$ 1,3 bilhão.

O benefício será liberado novamente no calendário 2020/2021, em atendimento à Resolução CODEFAT nº 838, de 24 de setembro de 2019.

Fonte: Divulgação


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *