- Economia

Google vai investir US$ 10 bilhões na digitalização da Índia

(Bloomberg) — O Google planeja gastar US$ 10 bilhões nos próximos cinco a sete anos para acelerar a adoção de tecnologias digitais na Índia.

Sundar Pichai, que nasceu lá e hoje é o CEO da Alphabet, controladora do Google, fez o anúncio por videoconferência, durante o evento anual dedicado à Índia. Segundo ele, a pandemia do coronavírus deixou clara a importância da tecnologia para tocar negócios e para conectar amigos e familiares.

x

“Este é um reflexo da nossa confiança no futuro da Índia e sua economia digital”, disse ele, se referindo ao Fundo de Digitalização da Índia.

Os investimentos serão destinados a várias áreas:

Permitir acesso e informações a todos os indianos em seu próprio idioma, incluindo hindi, tâmil e punjabiDesenvolver novos produtos e serviços relevantes para as necessidades específicas da ÍndiaCapacitar empresas no início ou continuidade de sua transformação digitalUsar a tecnologia e a inteligência artificial para o bem da sociedade — em saúde, educação e agricultura
Fundado em 1998 no Vale do Silício, o Google entrou na Índia seis anos depois, com escritórios em Bangalore e Hyderabad. O foco da empresa na época eram serviços de busca para ajudar as pessoas a encontrar informações relevantes, desde notícias de Bollywood ao placar das partidas de críquete, lembrou Pichai.

Desde então, a operação na Índia se tornou uma das mais importantes para a companhia. O país tem hoje mais de 500 milhões de usuários de internet (atrás apenas da China) e seu crescimento atraiu todas as gigantes de tecnologia dos EUA.

Google, Amazon.com e Facebook estão despejando bilhões de dólares no mercado indiano para ganhar usuários e estabelecer as bases para o crescimento futuro da receita. O país é terreno fértil. As companhias competem para conquistar quem usa a internet pela primeira vez para comprar produtos, transmitir conteúdo, encontrar informações e efetuar pagamentos.

Na última década, o Google fez diversos lançamentos bem-sucedidos por lá, incluindo o Google Saathi, que traz mulheres das áreas rurais para o universo online, e o serviço de pagamentos Google Pay.

“Esta missão é muito pessoal para mim”, disse Pichai. “Quando eu era jovem, toda tecnologia trazia oportunidades para aprender e crescer. Mas eu sempre tive que esperar para que chegasse de outro lugar. Hoje, as pessoas na Índia não precisam mais esperar pela tecnologia.”

Alphabet Inc. Chief Executive Officer Sundar Pichai Discusses Responsible Artificial Intelligence© Bloomberg Alphabet Inc. Chief Executive Officer Sundar Pichai Discusses Responsible Artificial Intelligence
Sundar Pichai

Fotógrafo: Geert Vanden Wijngaert / Bloomberg

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2020 Bloomberg L.P.

Fonte: Msn


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *