- Esportes

Corinthians conta com Romero, Jadson e bola parada para eliminar o Colo-Colo

O Corinthians precisa de uma vitória por dois gols de diferença para se garantir nas quartas de final da Libertadores 2018. Diante do Colo-Colo, na Arena Corinthians, os comandados de Osmar Loss terão de lançar mão de algumas armas para balançar as redes. As mais utilizadas até agora na temporada foram Romero e Jadson, depois da saída de Rodriguinho para o Egito, além do bom aproveitamento em jogadas aéreas. No entanto, é preciso ter atenção na defesa, sobretudo aos escanteios do chilenos. O Espião Estatístico* destrinchou os pontos fortes e fracos da equipe paulista.

Para avançar sem a necessidade de disputa de pênaltis, o Corinthians tem que repetir pela 12ª vez no ano um resultado com pelo menos dois gols de diferenças. Até aqui, o saldo mínimo de dois gols aconteceu em 11 jogos oficiais do clube em 2018. Confira o caminho para isso!

Em 50 jogos oficiais na temporada, o Timão fez 62 gols. Destes, 24 nasceram em jogadas aéreas (38,7%). Nesse tipo de lance, o camisa 11 do Corinthians é o destaque. É tanto o arco como a flecha. Ao lado de Jadson e Clayson, Romero já é o principal garçom em jogadas áereas no ano: quatro gols tiveram assistências de cada. Além disso, o paraguaio é quem mais fez gols assim: quatro.

Gol do Corinthians! Romero cruza e Henrique cabeceia para dentro, aos 04′ do 2º tempo
Outro destaque corintiano é a bola parada. Cerca de um a cada cinco gols do Alvinegro veio de bola parada. O meia Jadson é o principal nome responsável pela execução das cobranças, como escanteios ou faltas levantadas na área, e pode ser uma arma ao time de Osmar Loss.

O técnico, porém, deve ajustar a defesa da equipe porque não sofrer gols é muito importante também. Na temporada, o Corinthians não foi vazado em 22 partidas oficiais. Se o jogo aéreo é um caminho para a rede, o mesmo é uma preocupação corintiana. Quase metade dos 37 gols sofridos pela equipe veio pelo alto: 18 (48,6%). E vale atenção aos escanteios! Oito dos 13 gols de bola parada sofridos pelo Timão de bola parada vieram de córners batidos por adversários.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *