- Esportes

Governador avalia público e mostra otimismo para receber Brasil x Uruguai em Manaus: “Conversas bem avançadas”

Se há duas semanas, o governador do Amazonas, Wilson Lima, descartava a possibilidade da seleção brasileira jogar contra o Uruguai, em Manaus, hoje o discurso é diferente. Em um evento realizado no teatro Amazonas, o chefe do executivo estadual destacou que a conversa com a CBF para a realização da partida de outubro, pelas Eliiminatórias da Copa 2022, está adiantada.

Existe, inclusive, a discussão para receber público na partida, com data ainda indefinida. As mudanças no calendário da competição sul-americana, que classifica para o próximo Mundial, preveem rodada tripla com Venezuela e Colômbia fora. Pela proximidade, a ideia da CBF é jogar depois em Manaus.

Estamos em tratativas com a CBF para um jogo da seleção em Manaus, com público. Ainda estamos discutindo a possibilidade do jogo acontecer aqui. O martelo não está batido, mas estamos em conversas bem avançadas e a gente acredita que no início da semana teremos uma resposta se teremos ou não esse jogo em Manaus”
— Wilson Lima
Caso o jogo da Seleção tenha público, será o primeiro do Brasil desde o início da pandemia. Em setembro deve acontecer um evento-teste com três mil pessoas na Arena da Amazônia, com pessoas vacinadas, no mínimo, pela primeira dose da vacina contra a Covid-19. A ideia do governo é flexibilizar cada vez mais o segmento do entretenimento.

– Vamos fazer agora no mês de setembro um evento-teste, e esse evento com um público de 3 mil pessoas será importante para a gente começar a fazer uma avaliação de outros eventos com público para que a gente possa voltar à nossa vida aos poucos à normalidade – disse o governador na noite desta quinta, em live realizada nas redes sociais.

Na vistoria realizada na noite desta quinta, os técnicos da CBF olharam as condições do gramado e dos refletores. Após isso, se reuniram com o governador e documentaram tudo o que foi visto.

– Estão fazendo essa avaliação, produzindo alguns relatórios para que essa decisão possa ser tomada e o Estado está dando todo o suporte para que a gente possa ter a realização – falou Wilson.

Relembre
O ex-jogador Juninho Paulista, coordenador da seleção brasileira masculina principal, disse na coletiva de Tite, no último dia 13 de agosto, que a CBF pretendia mandar o jogo Brasil x Uruguai, válido pela 12ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Uma semana depois, porém, o governador do Amazonas, que anunciara dias antes as obras nos refletores comprometidos, revelou que não haveria tempo hábil para fazer a troca da iluminação do estádio. A Arena da Amazônia está com problemas de estrutura há algum tempo – inclusive com relato de infiltrações no vestiário. A CBF vai avaliar também as condições do gramado, que também vai precisar passar por melhorias para receber o jogo da seleção brasileira nas Eliminatórias.

Em 2020, a CBF divulgou os locais de todos os jogos da Seleção nas Eliminatórias e definiu que a Arena da Amazônia receberia a partida contra o Paraguai. O duelo contra o Uruguai seria no Maracanã. Porém, com a pandemia de coronavírus, que modificou o calendário, o planejamento foi alterado.

Enquanto tenta resolver problema de convocação de jogadores, em meio a gigantesco imbróglio envolvendo a Fifa, os clubes e as ligas inglesas e espanhola, o Brasil enfrenta o Chile, em Santiago, dia 2 de setembro. Depois, a Argentina, no dia 5, na Neo Química Arena, e o Peru, no dia 9, na Arena Pernambuco. O Brasil é líder das Eliminatórias com 100% de aproveitamento: seis vitórias em seis rodadas.

Fonte: Globo Esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *