- Esportes

Worlds 2020: Liquid vence G2, e Fnatic bate Gen.G; TES segue invicta

A metade inicial da Fase de Grupos do Worlds 2020, o Mundial de League of Legends, foi concluída nesta terça-feira. No clássico entre times dos Estados Unidos e da Europa, a Team Liquid quebrou a invencibilidade da G2, deixando a situação do Grupo A aberta. A chinesa Top Esports, por sua vez, manteve os 100% de aproveitamento. Após todas as equipes jogarem três partidas cada, restam apenas dois times que ainda não foram batidos – o outro, além da TES, é a sul-coreana DAMWON Gaming.

Finalistas do MSI 2019, quando os europeus foram campeões, G2 e Team Liquid voltaram a se encontrar em um torneio internacional de LoL neste Worlds. A representante da LCS teve um início de partida muito forte – com o caçador Mads “Broxah”, ex-Fnatic, dificultando muito a vida do rival de rota, Marcin “Jankos”. O time da LEC se manteve próximo em ouro, tentando evitar que a partida desandasse, mas a Orianna de Nicolaj “Jensen” cresceu muito, centralizou o dano e levou a Liquid ao triunfo.

Worlds 2020: tabela, datas e horários dos jogos no Mundial de LoL
Calendário dos eSports de 2020: confira as datas dos principais campeonatos do ano
Nas duas partidas seguintes, os favoritos levaram a melhor. A chinesa Suning sofreu no início do confronto com a Machi Esports, mas algumas decisões ruins da equipe da PCS, como uma tentativa de dive na rota inferior e a falta de coordenação nas lutas de grupo, permitiu que os donos da casa conquistassem um Barão e um Quadra Kill nas mãos do atirador Tang “huanfeng” – o suficiente para marchar rumo à base e derrubar o Nexus.

O duelo entre FlyQuest e DragonX teve um roteiro semelhante. Os americanos começaram bem, mostraram boa iniciativa na busca por objetivos, mas perderam recursos básicos – especialmente ouro, permitindo o crescimento dos sul-coreanos. A situação custou caro. Com 30 minutos, a equipe da LCK sobrou em mecânica, com um show da Zoe de Jeong “Chovy”, para garantir mais um triunfo na competição.

Além da G2, outro invicto que acabou superado nesta terça foi a Gen.G. A Fnatic deu um show no início da partida – criando uma enorme vantagem para a rota inferior, com boas rotações do caçador Oskar “Selfmade”. Martin “Rekkles” e, principalmente, o suporte Zdravets “Hylissang” chamaram a responsabilidade e colocaram o time sul-coreano em apuros. Não à toa, com apenas 27 minutos, após uma luta de grupo inteligente por parte dos europeus na rota do meio, a base da equipe da LCK foi invadida e o Nexus colocado no chão, deixando o Grupo C também aberto para a metade final.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *