- Polícia

Corpo de costureira estrangulada é encontrado em cova perto da própria casa, em Manaus

O corpo de uma costureira de 43 anos foi encontrado dentro de uma cova, em uma área de mata no conjunto Campos Sales, Zona Oeste de Manaus. Ela foi enterrada a cerca de 50 metros da casa onde morava e tinha marcas de estrangulamento no pescoço. Familiares e amigos que fizeram as buscas iniciais.

De acordo com informações repassadas por familiares, Solange Gama dos Santos, de 43 anos, desapareceu na manhã desta segunda-feira (4). No período da tarde, uma irmã notou a ausência da costureira e reuniu a família para que iniciassem as buscas.

“Suspeitamos que o marido dela tinha a ver com o sumiço porque eles brigavam muito. Eles não viviam bem. Ela já queria se separar dele e ele não aceitava. Ele é um homem muito frio. Minha irmã e meu filho levaram ele na delegacia”, contou o irmão da vítima, o jardineiro Jair Gama, de 48 anos.

A família conduziu o marido de Solange até uma delegacia da capital, ainda na segunda-feira. Ele disse não saber aonde a esposa estava, apenas que ela teria ido embora com um namorado e levado uma mala com roupas. O relato é dos familiares da vítima.

Ainda de acordo com a família, após prestar depoimento o homem foi liberado e desapareceu.

Na manhã desta terça-feira (5), familiares continuaram as buscas atrás de Solange. Após moradores informarem que viram uma movimentação incomum no quintal da casa da vítima na noite anterior, a família foi atrás de vestígios na área.

Após realizar buscas no quintal da residência e em uma área de mata nas proximidades, eles encontraram a mulher enterrada de bruços em uma cova a 50 metros da casa.

“Tinham dois buracos na mata. Ela não estava no primeiro buraco. Fomos no rastro mais para o meio da mata e encontramos um local com sinais de movimentação e tinha folhas em cima. Começamos a cavar e localizamos primeiro a bolsa dela dentro do buraco com a documentação. Pedi para parar de cavar e preservar o local do crime, então acionei as autoridades”, disse a amiga da vítima, a investigadora da Polícia Civil, Benae Limoeiro.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para resgatar o cadáver que estava enterrado no quintal de uma residência.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) na Zona Norte de Manaus. O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *