- Polícia

Homem preso suspeito de envolvimento em triplo homicídio no AM

Um homem de 40 anos foi preso em Manaus suspeito de participação em um triplo homicídio ocorrido em novembro de 2018 na Zona Leste da capital. Apresentado na manhã desta sexta-feira (27), Idomar Silva Fernandes negou envolvimento no crime. Outros envolvidos no caso são procurados. A motivação do crime é uma suposta traição do trio a uma facção criminosa.

O crime ocorreu no dia 29 de novembro de 2018, no conjunto Tiradentes, bairro Coroado. As vítimas eram dois homens de 18 e 23 anos e uma jovem de 19. Naquele dia, os corpos estavam em uma área de mata, com as mãos amarradas e amordaçados. A polícia informou que vítimas foram torturadas com requintes de crueldade.

Segundo o adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Charles Araújo, as vítimas foram sequestradas de casa no bairro da União, Zona Centro-Sul de Manaus, sendo levadas por sete homens que estavam e dois carros até o Conjunto Tiradentes, onde foram mortas.

“O bairro da União é comandado por uma facção criminosa e os integrantes dela achavam que as vítimas estavam passando informação para uma outra facção rival. Por esse motivo, eles decidiram ceifar a vida desse trio. Eles foram torturados e executados de forma cruel”, contou.

O delegado informou que, neste crime, há cerca de nove pessoas envolvidas. Um deles está preso no Pará, um adolescente morreu no decorrer das investigações e Fernandes foi apresentado na manhã desta sexta-feira (27). Os demais envolvidos, segundo a polícia, já foram identificados.

Fernandes foi preso por uma equipe da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) na segunda-feira (23) no bairro da União durante uma abordagem. Os policiais verificaram que havia um mandado de prisão em nome do suspeito por participação no triplo homicídio.

Questionado sobre a acusação, ao G1, o suspeito negou o envolvimento no crime.

Idomar Silva Fernandes foi indiciado por homicídio triplamente qualificado. Ele foi levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *