- Polícia

Mulher pula no Rio Negro para fugir de agressões do marido, diz família

Uma universitária de 25 anos foi vítima de agressões físicas que teriam sido feitas pelo próprio marido. O caso ocorreu no sábado (16) dentro de uma embarcação que navegava pelo Rio Negro. De acordo com familiares, a mulher pulou no rio na tentativa de escapar do homem, que ainda não foi localizado.

Neste domingo (17), o irmão de Glenda Raphaela Cordeiro de Oliveira conversou com nossa equipe. Segundo ele, o casal participava de uma festa realizada em um flutuante na Zona Oeste de Manaus pouco antes das agressões iniciarem.

“O rapaz que agrediu minha irmã, no caso o marido dela, começou a beber, ficou embriagado e deu (sic) um surto de ciúmes. A minha irmã tinha ido ao banheiro. Ela demorou um pouco, em torno de 20 minutos. E ele com ciúmes foi atrás dela e alegou que ela estava ‘se agarrando’ com outro cara. Mas é mentira”, disse Getulio Cordeiro, irmão da vítima.

Ainda segundo Cordeiro, o suspeito levou Glenda à força até uma pequena embarcação utilizada no translado dos frequentadores do flutuante. Já dentro do barco, as agressões começaram.

Depois de deixar o barco, o casal seguiu de carro até a casa dos pais da vítima. De acordo com o irmão de Glenda, ela voltou a ser agredida no trajeto até a residência. “Ele [suspeito] foi deixar ela na frente da casa dos nossos pais. Jogou ela na calçada, quase desmaiada, praticamente despida, [com a roupa] toda rasgada. Ele arrancou (com o carro) e está foragido até agora”, disse.

Glenda ficou com diversos hematomas no rosto. Ela foi levada por familiares até o Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, onde passou por exames médicos. Em seguida, a estudante registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM). O caso está sob investigação.

Glenda e o marido estão juntos há cerca de quatro anos e tem uma filha de três. Segundo Cordeiro, a vítima já foi agredida anteriormente.

“Não é a primeira vez que ele faz esse tipo de coisa. Teve uma primeira vez, mas aí ele fez aquela chantagem emocional e minha irmã caiu na ‘corda’ dele. A gente também tentou dar mais uma chance pensando que ele fosse mudar. Infelizmente voltou a acontecer”, comentou.

Fonte: G1 AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *