- Polícia

Polícia Civil prende funcionário de lotérica suspeito de aplicar golpes em clientes

Um funcionário de uma casa lotérica no município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus) foi preso na segunda-feira (25/03) pela Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município, pelo crime de estelionato. Rony dos Santos Moraes, de 19 anos, é suspeito de enganar clientes da lotérica no momento em que elas iam ao local sacar dinheiro.

A delegada Grace Jardim, titular da delegacia, explicou que a lotérica é a única do município e utilizada por muitas pessoas que vão sacar benefícios sociais. Estima-se que cada vítima de Rony tenha perdido pelo menos metade do dinheiro em conta. “O crime consistia em entregar apenas parte do dinheiro para a vítima e dizer que não havia mais nada. Logo em seguida, sacava-se o restante e se apossava do dinheiro”, afirmou.

Conforme a delegada, há mais de 20 Boletins de Ocorrência (BOs) sobre este crime. Nesta segunda-feira, após uma nova ocorrência registrada na delegacia, a equipe de investigação foi ao local e confirmou, a partir de imagens das câmeras de segurança, as informações fornecidas pela vítima.

À polícia, a vítima disse ter ido à lotérica sacar todo o dinheiro que tinha em conta, mas saiu de lá com R$ 1 mil. “Em casa, a filha dela consultou o aplicativo e viu que havia R$ 1.523 e que foram realizados dois saques, um de R$ 1 mil e outro de R$ 500. Ao retornar à Lotérica, negaram ter ficado com parte do dinheiro”, explicou Grace Jardim.

Rony dos Santos recebeu voz de prisão, mas pagou fiança de R$ 10 mil. A delegada orienta a população a continuar fazendo o registro das ocorrências, caso tenha sido lesada por este golpe em São Gabriel da Cachoeira. O suspeito já responde na delegacia pelo crime de constrangimento ilegal e vai responder em liberdade pelo crime de estelionato.

Fonte: Divulgação/SSP/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *