- Polícia

Polícia Civil prende rapaz envolvido em homicídio ocorrido neste mês, no bairro Lago Azul

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Charles Araújo, adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falou, na manhã desta quinta-feira (25/07), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da especializada, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva, por homicídio qualificado, em nome de nome Arnaldo Maik dos Santos Melo de Oliveira, 25. Ele é apontado por envolvimento na morte de Fabrício Marinho Rodrigues. A vítima tinha 34 anos.

De acordo com a autoridade policial, o crime aconteceu na tarde do último dia 8, na comunidade Parque Santa Etelvina, bairro Lago Azul, zona norte da cidade. Segundo o delegado, no dia do delito, Fabrício estava empinando pipa com o filho dele, quando Arnaldo e um comparsa, que está sendo procurado pela polícia, abordaram a vítima e efetuaram disparos de arma de fogo.

“Os infratores chegaram ao local em um carro vermelho. Fabrício ainda tentou fugir, mas foi atingido pelos disparos. A ação criminosa foi registrada por câmeras de segurança instaladas no lugar. É possível visualizar a vítima empurrando o filho, para que ele fugisse. Fabrício chegou a ser socorrido por populares e levado a uma unidade hospitalar situada na zona norte da capital, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Após um minucioso trabalho de investigação, conseguimos identificar os infratores”, explicou Araújo.

*Prisão –* Arnaldo foi preso na tarde do dia 18 deste mês, por volta das 15h, na rua G do bairro Redenção, zona centro-oeste da cidade. A ação contou com o apoio da equipe do 17° DIP, uma vez que a prisão aconteceu na área de abrangência da unidade policial supracitada. O mandado de prisão em nome do infrator foi expedido no dia 17 deste mês, pela juíza Themis Catunda de Souza Lourenço, no Plantão Criminal.

“Durante depoimento na especializada, Arnaldo alegou que a motivação do crime seria o fato da vítima ter ameaçado ele e o comparsa de morte. Nossas investigações identificaram que a vítima pegou uma arma de fogo pertencente aos infratores. Isso teria motivado o homicídio. Arnaldo falou, ainda, que a vítima fazia parte de um bando criminoso, mas não confirmamos essa informação”, disse o delegado.

*Indiciamento –* No prédio da DEHS Arnaldo foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da especializada, o infrator será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Fonte: PC/AM 


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *