- Polícia

Seis são presos por roubo e um foragido morto durante confronto com a polícia

Um foragido da justiça morreu após troca de tiros com a polícia, nesta terça-feira (25), no município de Tefé, a 522 km de Manaus. Durante a ação, seis homens foram presos suspeitos de integrar uma quadrilha que praticava roubos com arma de fogo no município.

A ação foi deflagrada por 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) após denúncia anônima feita pelo 190. Segundo denúncia um grupo liderado pelo foragido da Unidade Prisional de Tefé (UPT), Fausto Júnior Matos da Silva (21), o “Fausto”, estaria abrigado na comunidade conhecida como Agrovila da EMADE, na zona rural de Tefé. E eles estariam envolvidos com o tráfico de drogas na região e estariam envolvidos em recentes assaltos praticados nas redondezas.

De acordo com a polícia, o suspeito estava foragido desde o dia 25 de agosto de 2018. Havia um mandado de prisão expedido e ainda não cumprido.

Ao chegar ao local da denúncia, foram identificados dois homens que confessaram participar da quadrilha especializada em roubos.Edmar Balieiro C. Júnior, 20, (o “Júnior) e Valtenir Souza do Nascimento, 25 disseram ter participado de roubos em Posto de Combustível Tello e em um estabelecimento comercial na Rua Juruá.

 

 

Os suspeitos informaram para polícia, que os outros envolvidos nos assaltos estariam em um residência na Rua João Bosco, Bairro Juruá. No local foram presos Leandro da Costa de 23 anos, José Fernandes de Castro Júnior de 18 anos e Jéssica Felício de Castro de 21 anos.

“Fausto” foi o último encontrado pelos policiais, Ele estava escondido na casa da namorada, na Rua Independência, Bairro Santa Rosa. Ao chegar ao local, os policiais pediram que o suspeito saísse da residência. Como não houve resposta, os policiais entraram na casa e foram recebidos com disparos de arma de fogo efetuado por Fausto.

Os policiais revidaram e atingiram o foragido. Ele foi socorrido ao Hospital Regional de Tefé, onde não resistiu e veio a óbito.

A namorada de Fausto, Taíssa Queiroz Soares de 25 anos também foi presa. Na casa dela foi encontrado 5 porções de substância assemelhada a skunk, R$ 304,70 em espécie, joias diversas, uma TV de LED de 42 polegadas e 1 revólver calibre 32 com 5 munições intactas e uma deflagrada.

Os suspeitos foram apresentados na 5ª Delegacia Interativa de Polícia para os procedimentos legais. De acordo com a polícia, uma multidão de aproximadamente 80 pessoas se aglomerou do lado externo da Delegacia para acompanhar a apresentação.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *