- Política

Bolsonaro é o revanchista 01 contra as Forças Armadas

Assim que a ditadura caiu de podre e Trancredo Neves anunciou a Nova República, os militares brasileiros passaram a acalentar a ideia de que haveria um espírito revanchista contra as Forças Armadas na sociedade brasileira. A vingança teria, na visão deles, dois motores de arranque: a esquerda e a mídia.

Cometeram um erro imperdoável para quem é treinado com o objetivo de identificar e derrotar o inimigo. O grande revanchista não é um político esquerdista, muito menos jornalista. Ao contrário. Hoje, quem mais busca a desforra contra eles é um ex-militar frustrado que gosta de assinar como “comandante supremo das Forças Armadas”. Chama-se Jair Bolsonaro. Os militares acertaram que seu grande problema na redemocratização seria o revanchismo. Mas erraram feio ao diagnosticar de onde partiriam os ataques.

No vídeo abaixo, veja comentário de Octavio Guedes sobre o desfile de tanques nesta terça-feira (10):

Vamos voltar aos militares da era pré-Bolsonaro presidente. No livro “Militares e Política na Nova República”, os professores Maria Celina d’Araujo e Celso Castro ouviram os 14 principais chefes militares da redemocratização.

“É importante chamar a atenção, desde já, para uma palavra que é absolutamente recorrente nos depoimentos reunidos neste livro: revanchismo”, alertam os autores, que dedicaram um capítulo exclusivo ao tema.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *