- Política

Gustavo Bebianno será ministro da Secretaria-Geral da Presidência

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou na tarde desta quarta-feira o advogado e ex-presidente do seu partido, Gustavo Bebianno, como futuro ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. Ele terá sob sua responsabilidade a Secretaria de Comunicação do governo e o programa de parcerias com a iniciativa privada.

O anúncio foi feito pelo coordenador da transição Onyx Lorenzoni em entrevista coletiva, que destacou que Bebianno é um “homem preparado e da absoluta confiança” do presidente eleito Jair Bolsonaro.

O carioca de 54 anos foi um dos principais assessores de Bolsonaro durante a campanha, enquanto era presidente do PSL. Entre suas atribuições estavam a administração da agenda e dos encontros do presidente eleito. Bebbiano terá gabinete no 4º andar do Palácio do Planalto e manterá a proximidade com Bolsonaro, que despachará no 3º andar.

A secretaria-geral terá contato direto com Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que ocupará o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, em temas sobre a gestão interna e a administração do governo. No começo do mês, o deputado federal afirmou que o advogado seria nomeado por Bolsonaro como ministro em coletiva de imprensa no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Em 2017, Bebianno foi apresentado a Bolsonaro por um amigo em comum. O advogado, que já conhecia o presidenciável pelas redes sociais e já simpatizava com as suas ideias, começou a auxiliá-lo em processos contra ele, como a ação na qual é réu por injúria e incitação ao estupro contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS). Durante campanha, Bebbiano subiu na hierarquia do capitão e rebaixou os três filhos políticos e os assessores de longa data.

Fonte: Msn


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *