- Política

Projeto que prevê voto aberto deve ter tramitação com urgência

Pelo menos 19 senadores já assinaram uma lista de apoio à tramitação em regime de urgência da proposta do senador Lasier Martins (PSD-RS) que acaba com o voto secreto para presidente e outros cargos do Senado.

O documento tem assinatura de quatro líderes partidários. O texto está na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), mas ainda não tem relator.

A questão do voto secreto foi o motivo da polêmica durante a escolha do novo presidente do Senado, para comandar a Casa em 2019 e 2020.

A reunião que escolheria o novo presidente, na sexta-feira (1º), foi suspensa após mais de cinco horas de discussões acaloradas entre os senadores. Houve uma votação em que 50 parlamentares apoiaram a abertura dos votos; apenas 2 foram contra.

O caso foi para o STF (Supremo Tribunal Federal) na madrugada de sábado. Uma decisão do presidente da Corte, Dias Toffoli, manteve a votação secreta, tendo como justificativa o regimento do Senado.

Durante a eleição que resultou na vitória de Davi Alcolumbre, muitos senadores começaram a declarar o voto no senador pelo DEM do Amapá. Rena Calheiros, que é contra o voto aberto e também disputava a presidência do Senado, retirou sua candidatura como forma de protesto, o que abriu caminho para Alcolumbre.

Fonte: R7


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *